ESTE ANO: Prefeituras gastaram R$ 4,2 mi em diárias

O gasto com diárias pelos municípios do oeste do Paraná atingiu os R$ 4,2 milhões nos primeiros oito meses deste ano

Reportagem: Josimar Bagatoli

Foz do Iguaçu – Enquanto os gestores públicos apresentam dificuldades para equilibrar as contas e reclamam das reduções de repasses da União há gastos que passam despercebidos da sociedade, mas continuam sob a lupa do TCE (Tribunal de Contas do Estado).

Um desses gastos são as chamadas diárias, que correspondem ao reembolso relativo a viagens feitas por prefeitos, vereadores e servidores públicos.

O gasto com diárias pelos municípios do oeste do Paraná atingiu os R$ 4,2 milhões nos primeiros oito meses deste ano. Todo esse dinheiro foi usado para arcar despesas de transporte, alimentação ou hospedagem de servidores públicos e também moradores que precisaram de auxílio financeiro para ir atrás de tratamento de saúde e/ou até mesmo participação em campeonatos esportivos.

Para se ter uma ideia do que corresponde esse valor na prática, com ele daria para construir 17 estruturas de USFs (Unidades de Saúde da Família) licitadas recentemente em Cascavel; ou então 60 casas com custo médio de R$ 70 mil cada uma.

Entre as cidades do oeste, Foz do Iguaçu teve o maior gasto: R$ 370,5 mil com 744 diárias. O prefeito Chico Brasileiro foi o que mais consumiu desse valor – R$ 25,8 mil com despesas de 23 diárias. Entre as viagens, os destinos mais comuns são Brasília e Curitiba. No entanto, teve também viagem internacional: diárias para viagem a Helsinki/Finlândia no dia 30 de agosto até 6 de setembro para participar do Evento Turismo Inteligente: Rota para a Inovação e Desenvolvimento das Cidades, promovido por Word Tourism Cities Federation. Chico teve reembolso de R$ 6 mil.

No entanto, entre os prefeitos, ele não é o que mais gastou. Quem mais recebeu por diárias é Marcio Rauber, de Marechal Cândido Rondon: gastou R$ 34,3 mil, total de 38 diárias. A Prefeitura de Rondon pagou neste ano 1.351 diárias, com valor total de R$ 295 mil.

Rauber fez várias viagens para Curitiba, Brasília e até para Humaita, Rio Grande do Sul, onde esteve de 19 a 21 de fevereiro com o propósito de verificar equipamentos para execução malha asfáltica e obra executada na cidade gaúcha.

Recorde

A grande recordista em liberação de diárias é Guaíra: 3.717, com um gasto de R$ 326,9 mil. O Município impressiona pelo tanto de pacientes transportados, 30 em apenas um mês – moradores que recebem até R$ 2,5 mil por diárias – para tratamento médico em Curitiba, assim como de pequenos valores rateados entre servidores para viagens até cidades próximas, como uma funcionária que recebeu R$ 47 para acompanhar uma videoconferência em Toledo sobre os quilombolas.

Enquanto as maiores cidades possuem gastos baixos com diárias, como Cascavel, que destinou apenas R$ 63,7 mil para este fim, nas pequenas a conta é mais salgada, até porque o deslocamento aos polos é mais constante.

Assis Chateaubriand gastou R$ 322,9 mil nos oito meses do ano referentes a 2.969 diárias. Os gastos estão justificados no TCE: transportes de atletas para competições, cursos de aperfeiçoamento de servidores e também ações políticas. Desse montante, R$ 182,2 mil foram gastos com outros objetivos que não estavam ligados ao TCE.

O chefe do Paço de Assis lidera o ranking de gastos: João Aparecido Pegoraro recebeu R$ 55.239,64 por 59 diárias de janeiro a agosto deste ano. Entre visitas a deputados – com a justificativa de ir em busca de recursos ao Município -, o prefeito também viajou à Capital dias 27 e 28 de maio para participar da sessão solene em comemoração aos 50 anos do Paraná Turismo: viagem que custou R$ 1.598,78.

E, assim como dezenas de prefeitos do Estado, Pegoraro também viajou à Capital no dia 1º de janeiro para prestigiar a sessão solene de posse do governador Ratinho Junior, mas não foi sozinho: ele foi acompanhado do secretário de Esportes, Paulo Roberto da Silva.

Alguns lançamentos chamam a atenção. Em Assis, por exemplo, no mesmo dia três servidores foram até Toledo com a justificativa de receber roupas doadas em campanha do Sesc destinadas à Secretaria de Assistência Social e cada um teve uma compensação de R$ 50.

COLNFIRA O GASTO DE CADA CIDADE:

 

Cidade Diárias Gasto

Anahy         59     R$ 21.807,50

Assis Chateaubriand      2969 R$ 322.995,58

Boa Vista da Aparecida  56     R$ 27.750,00

Braganey     45     R$ 13.650,00

Cafelândia   464   R$ 279.324,41

Campo Bonito     74     R$ 22.779,42

Capitão Leônidas Marques      2133 R$ 144.972,50

Cascavel     254   R$ 63.786,30

Catanduvas          329   R$ 63.035,00

Céu Azul    140   R$ 55.166,52

Corbélia      111   R$ 49.819,20

Diamante do Sul  94     R$ 29.915,00

Diamante d’Oeste 116   R$ 32.700,00

Entre Rios do Oeste       76     R$ 32.680,90

Formosa do Oeste          31     R$ 18.570,37

Foz do Iguaçu      744   R$ 370.521,00

Guaíra         3717 R$ 326.945,00

Guaraniaçu 343   R$ 71.540,00

Ibema         61             R$ 12.575,00

Iracema do Oeste 93     R$ 37.515,00

Itaipulândia          1009 R$ 155.241,87

Iguatu         32     R$ 15.800,00

Jesuítas       196   R$ 84.778,00

Lindoeste –

Medianeira 1193 R$ 117.614,58

Marechal Cândido Rondon     1351 R$ 295.039,64

Maripá        40     R$ 23.631,89

Mercedes    227   R$ 89.615,00

Matelândia 376   R$ 70.242,52

Missal         108   R$ 45.194,44

Nova Aurora        264   R$ 76.520,00

Nova Santa Rosa 719   R$ 114.269,05

Palotina      464   R$ 150.075,00

Pato Bragado        293   R$ 113.946,28

Quatro Pontes      219   R$ 114.532,00

Ramilândia 78     R$ 27.725,00

Santa Helena        349   R$ 115.800,01

Santa Lúcia          107   R$ 44.000,00

Santa Tereza do Oeste    115   R$ 65.941,26

Santa Terezinha de Itaipu        38     R$ 35.455,20

São Miguel do Iguaçu    15     R$ 8.850,00

Serranópolis do Iguaçu 967   R$ 75.937,26

São José das Palmeiras   95     R$ 26.672,00

São Pedro do Iguaçu      74     R$ 18.960,00

Terra Roxa 1307 R$ 71.183,28

Toledo        693   R$ 175.042,50

Três Barras do Paraná    257   R$ 67.432,14

Tupãssi       20     R$ 10.800,00

Vera Cruz do Oeste        196   R$ 70.585,57

*Valor calculado de janeiro a agosto deste ano

Fonte: TCE



Fale com a Redação

6 − quatro =