COTIDIANO

Engenheiro é a nova “arma” para demandas do programa

09 de março de 2018 às 06:12
Publicidade

Medianeira – O engenheiro agrônomo Paulo Taschetto é o novo secretário executivo do POD (Programa Oeste em Desenvolvimento). O anúncio foi feito durante a reunião da coordenação do colegiado esta semana na sede da Frimesa, em Medianeira.

Taschetto é representante do Instituto Emater (Paranaense de Assistência Técnica Extensão Rural) desde a criação do POD, em 2014. Agora, terá a missão de secretariar o programa em tempo integral, bem como ser o articulador e interlocutor entre as câmaras técnicas.

Taschetto assume a função no lugar de Jaime Nelson Nascimento, que representava a Itaipu Binacional no POD, mas que se aposentou no início de 2018.

Para Taschetto, será um grande desafio: “Acompanho o Programa desde o início. Nesses três anos, tivemos várias conquistas, mas precisamos continuar trabalhando rumo ao desenvolvimento sustentado e equilibrado da região”, disse.

Para isso, segundo o novo secretário executivo, será necessário encontrar alternativas e soluções para os desafios regionais, entre os quais estão sanidade agropecuária, energias, construção do aeroporto regional e da ferrovia.

Peça fundamental

Segundo o presidente do POD, Danilo Vendruscolo, Taschetto já vinha desempenhando ações importantes dentro do colegiado. Uma de suas atuações está ligada à principal bandeira do Programa: ajudar o Paraná a conquistar da OIE (Organização Mundial de Saúde Animal) o status de Estado Livre de Aftosa sem vacinação até 2021, dois anos antes do previsto.

“O Taschetto será peça fundamental nessa conquista. O Instituto Emater, de onde ele vem, é uma das instituições com mais atividades a serem desenvolvidas para a conquista do status”, afirmou Vendruscolo.

De acordo com o assistente do diretor de Coordenação da Itaipu, Antônio Nereu Procopiak, desde a saída do Jaime a equipe vinha procurando uma pessoa para representar o Programa. Conduzir os trabalhos e ser o interlocutor do POD em assuntos internos e externos. “O Taschetto é técnico e, com certeza, desenvolverá um excelente trabalho em prol do desenvolvimento do Oeste”.

O Programa

O POD (Programa Oeste em Desenvolvimento) é um exemplo de sinergia entre poder público e privado e, sobretudo, a sociedade. Lançado em 2014, o POD reúne mais de 60 instituições voltados a elaborar ações e projetos em favor do desenvolvimento de 54 cidades da região, nas áreas de infraestrutura e logística, pesquisa e desenvolvimento, crédito e fomento, capital social e cooperação, e energias limpas e renováveis. Envolve uma população de quase 1,5 milhão habitantes.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE