A criança de dez meses que foi encontrada morta com a mãe na tarde dessa quarta-feira (11), pode ter sido morta por medicamentos.

Segundo a Delegada da Delegacia de Homicídios, Raísa Vargas,  a criança não tinha sinais de violência, mas no local havia muitos medicamentos controlados quebrados que podem ter sido diluídos no leite e dados à ela.

Ainda segundo a Delegada, ex- companheiro e confesso do homicídio da mãe,  Halif Ferreira de Lima de 26 anos, foi detido em flagrante e disse que teve uma discussão com a mãe da criança e confessou o assassinato dela, mas sobre a criança ele relatou que alimentou a criança. “Acreditamos que a criança tenha morrido por ingestão medicamentosa, isso é claro uma hipótese, uma vez que os materiais serão encaminhados para exames periciais” ressalta a Delegada.

A confirmação da causa da morte será feita somente após o resultado dos exames periciais na vítima.