Cascavel – Motoristas que trafegam pela Rua Áustria devem ficar atentos a um desvio que está funcionando desde ontem (7). O motorista que estiver transitando pela Rua Áustria, do Bairro Pacaembu sentido Bairro Veneza, deve acessar o desvio para a Rua Guilherme Ludwing Cerioli, a qual, durante o período de obras, passará a ter mão dupla na quadra próxima ao viaduto. Depois o condutor pode virar à direita para voltar à Rua Áustria e seguir o destino normalmente.

Segundo a Concessionária Ecocataratas, responsável pela obra, todo o trecho está sinalizando com placas e cones. O desvio deve permanecer ativo por pelo menos 30 dias ou enquanto durar os serviços de execução de uma rotatória nas imediações do viaduto que liga os bairros Pacaembu e Veneza.

No começo desta semana, agentes da Transitar estiveram no local aonde realizaram testes com veículos pesados, entre eles, ônibus e caminhões para certificar que os mesmos conseguem fazer as curvas da rotatória sem maiores problemas. A orientação da Transitar é para que todos motoristas redobrem a atenção e mantenham o limite de velocidade de 40km/h no trecho para evitar acidentes. Agentes de trânsito estarão no local para controlar o fluxo e orientar os condutores.

A nova rotatória faz parte das obras das alças de acesso ao viaduto da Avenida Olindo Periolo, que estão sendo feitas em paralelo aos trabalhos do Trevo Cataratas, desde junho deste ano. A concessionária explicou ainda que quando a obra alcançar cerca de 80% de execução (meados de janeiro), a intervenção acontecerá no sentido contrário, onde o motorista que segue sentido bairro Pacaembu sairá da Rua Guilherme Ludwing Cerioli e acessará o desvio para a Rua Áustria.

 

Antiga demanda

O secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, disse que “sta é mais uma conquista do Governo do Paraná, mais uma obra que exigimos que fosse incluída no acordo de leniência com a concessionária de pedágio, se juntando ao novo Trevo Cataratas, às terceiras faixas entre Cascavel e Guarapuava, e à nova via marginal em Foz do Iguaçu. E não apenas já tiramos do papel, como já está quase em sua fase final, devemos liberar ela parcialmente ao tráfego já nos primeiros meses de 2022”.

De acordo com o secretário, o viaduto Olindo Periolo “vai manter sua característica de ligação entre a parte norte e sul de Cascavel, mas agora também se torna uma opção mais segura para os moradores acessarem a BR-277, o que antes era feito por meio dos trevos próximos”.

O diretor-geral do DER-PR, Fernando Furiatti, explicou que adequação do viaduto Olindo Periolo “atende uma demanda da população local sendo registrada desde a sua conclusão há quatro anos, e também complementa as obras em andamento no Trevo Cataratas. Furiatti completou que “o novo trevo resolve o gargalo logístico na entrada do município, mas para isso ele prioriza o tráfego de longa distância. Já a obra do viaduto atende principalmente o tráfego de veículos local, facilitando o acesso dos moradores do bairro Presidente, por exemplo”.

 

Estrada Chaparral será interditada na sexta

Outra mudança de tráfego em Cascavel ocorre a partir desta sexta-feira (10). A Estrada Chaparral estará interditada nas proximidades do acesso à BR-163, para que seja construído um viaduto para acesso à Avenida Brasil. O trecho ficará interditado por tempo indeterminado, até que a obra que faz parte do novo trecho do Contorno Oeste seja finalizada. Um novo desvio estará liberado, pela Estrada São Martin, localizada a 1,2 km da Chaparral.

A obra de duplicação da BR-163 vai ligar as rodovias 277 e 467. No total, serão 14 quilômetros de ligação e a obra toda vai custar R$ 69,7 milhões, com previsão de ser entregue somente em 2023. O prolongamento da Avenida Brasil e Avenida das Torres vai chegar até a Estrada Chaparral e depois a BR-163.