BANDEIRADA

Darci, o homem do som no autódromo e no kartódromo

11 de maio de 2022 às 08:23
Publicidade

 

 

Som no automobilismo é tão importante quanto os carros. Além dos serviços de utilidade pública, é através do sistema de som que a direção de prova se comunica com pilotos e equipes, e o locutor faz as emoções chegarem ao público. Em Cascavel, Darci Antônio Giacomini, de 60 anos e 45 de profissão, é o “homem do som” no Autódromo Zilmar Beux e no Kartódromo Delci Damian. É Darci quem monta a mesa de som, as caixas de sons e cuida do microfone. Qualquer pane, logo se houve a frase: “chama o Darci”. E assim desde 1994 que o som do autódromo é da responsabilidade de Darci.

A ligação de Darci com som e eletrônica começou cedo. Aos 15 anos sonhava ser Disk Jóquei. Mas logo percebeu que o que dava dinheiro era ser o dono dos equipamentos e alugar para festas e eventos. Tudo começou fazendo som para festinha de colégios. Aos poucos as coisas foram evoluindo e passou também a consertar máquinas de flipperamas, cuidava da Kranio Diversões Eletrônicas. Também cuidou do som das discotecas famosas em Cascavel como Cacimba e Flash. Darci também virou empresário e de 2003 a 2012 foi dono da Boate Tribulus Clube, que atendia o publico GLS e se recorda como uma fase boa, que tinha público fiel, educado e que valorizava a prestação de serviços. Hoje, além da locação de equipamentos Darci também é professor de eletrônica no Senai.

Darci frisa que som também é automobilismo e não se vê fazendo outra coisa. “Fiz a minha vida com o som. É por isso que mesmo que tenha que montar todo o som em um autódromo ou kartódromo sozinho, carregar pesadas caixas de um lado para outro, estou sempre contente e feliz. Assim sustento minha família e formei uma advogada e um biomédico. O automobilismo virou uma paixão. Se for para uma corrida, vou estar sempre a disposição com sol ou com chuva. Afinal, som também é automobilismo”, completa Darci.

 

 

Crédito: Divulgação

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE