O problema não surgiu ontem. Mas a situação preocupa cada vez mais. Já há algum tempo, a erosão da área nos fundos do clube esportivo no Bairro Country, em Cascavel, vai desmoronando sobre o Rio das Antas. Além da degradação ambiental, oferece riscos à população que mora no entorno e ao próprio clube privado, que está a uma pequena distância da cratera. Isso ocorre no fim da Rua Alfredo Andersen, perto da Rua Rio Grande do Norte.

O diretor do clube esportivo, Darci Gonzatti, disse que eles estão preocupados com a situação e que a diretoria do clube pensa soluções. “Estamos tentando um licenciamento com a prefeitura para adequar esse trecho do Rio das Antas. Queremos fazer um muro de retenção com pneus e cimento, que é uma solução barata e eficaz. Mas na semana que vem vamos participar de reuniões para ver se a Itaipu pode investir não só naquele local, mas recuperar todo o rio”.

Motivos

Segundo ele, são vários os motivos dessa erosão. “Infelizmente, nós, do Country, temos esses problemas, mas estamos procurando solução. Se a Itaipu não puder ajudar na recuperação do rio, pelo menos uma ação na parte onde oferece risco, nós, do clube, vamos recuperar, para que nenhum mal aconteça no futuro”, diz o diretor Darci Gonzatti.

Sobre essas questões já foram feitos levantamentos topográficos e de outras questões técnicas necessárias.

O Departamento de Fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente informou que as obras pretendidas pelo clube vão passar por um corpo técnico para que sejam verificadas todas as possibilidades para chegar a uma solução o quanto antes.

Foto: Aílton Santos

Imagem: burraco rio antas_as_ (12)

Legenda: Solo desmorona sobre o Rio das Antas, no Bairro Country