Diretrizes 2022

O governador Ratinho Júnior (PSD) destacou que o fortalecimento da economia, a consolidação da geração de empregos e ampliação do olhar social serão as diretrizes que guiarão o Governo do Estado em 2022. Com indicadores em alta e um vasto conjunto de obras espalhado por todas as regiões, o governador busca a maturação dos projetos iniciados em 2019. “Apenas nesses últimos dias do ano anunciamos a retomada da fabricação da Audi em São José dos Pinhais; investimentos da Klabin em obras de infraestrutura; novo acordo com a DAF em Ponta Grossa; e a construção do novo empreendimento da Unium, também nos Campos Gerais. Somando esses quatro investimentos passa de R$ 1,3 bilhão”, destaca o governador.

 

Novo reitor

A Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) terá um novo reitor em 2022. O irmão marista Rogério Renato Mateucci, 50 anos, será o sexto e mais jovem reitor a comandar a universidade. A partir de janeiro, ele estará à frente de uma universidade com 33 mil alunos e 2,6 mil funcionários entre professores e colaboradores distribuídos em quatro câmpus – Curitiba, Londrina, Maringá e Toledo.

 

Bem avaliado

Pesquisa realizada pelo Instituto Opinião sobre o governo do Paraná aponta que 66,1% da população aprova a maneira de governar Ratinho Junior (PSD). Entre os respondentes, 25,2% desaprovam e 8,7% não souberam opinar ou não responderam. A pesquisa fez também duas perguntas sobre o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) e sobre a forma do presidente administrar o país 8,4% avaliam como ótima, 22% como boa, 28,7% como regular, 17,1% como ruim e 21,3% como péssima. 2,4% não responderam ou não opinaram.

 

Feriado no sul

O presidente Jair Bolsonaro (PL) deve passar o Natal em Brasília com a família e, em 27 de dezembro, irá a São Francisco do Sul, no litoral de Santa Catarina. A previsão é que ele passe o Réveillon lá. O destino sulista tornou-se habitual para Bolsonaro em seus momentos de lazer. Essa é a terceira vez que ele aproveita os dias de descanso no município, localizado a cerca de 170 km de Curitiba.

 

Fundo bilionário

A aprovação pelo Congresso dos valores dos fundos eleitoral e partidário garantiu às legendas brasileiras um montante inédito de recursos públicos no ano eleitoral de 2022. Um total de R$ 5,96 bilhões ficará à disposição dos partidos para o financiamento das campanhas e o custeio das agremiações. Esse valor é a soma das duas reservas financeiras e representa um aumento de 92,5% em relação a 2018, em valores corrigidos pela inflação.

 

Uma afronta

O senador Oriovisto Guimarães (PODE-PR) declarou o voto contrário ao Projeto de Lei Orçamentária 2022 e justificou o posicionamento. “Não posso aceitar o valor escandaloso de quase R$ 5 bilhões para o Fundo Eleitoral. Assim como não posso aceitar que mais de R$ 16 bilhões sejam distribuídos por meio do orçamento secreto (RP9). Tudo isso é uma afronta ao povo brasileiro”, afirmou o senador paranaense.

 

Auxílio-gás

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou um projeto de lei com abertura de crédito especial para bancar o auxílio-gás em dezembro. No ano, o preço médio do botijão de 13 quilos subiu mais de 30%. O cenário vem levando famílias de baixa renda a optar por lenha ou carvão para cozinhar. O projeto abre crédito de R$ 300 milhões para bancar o auxílio ainda neste ano. No ano que vem, os recursos para bancar o programa já estão computados no Orçamento de 2022, aprovado nesta semana. O programa tem vigência de cinco anos.