Castramóvel começa a atender gratuitamente

A estreia do Castramóvel em Cascavel foi um sucesso

A estreia do Castramóvel em Cascavel foi um sucesso. O micro-ônibus transformado em uma clínica veterinária móvel estreou no Bairro Guarujá nessa segunda-feira (3). Como sugere o nome, a missão da clínica é fazer a castração de cães e gatos.

brde2

A aposentada Rita Cardoso levou o pequeno Romeu, de dois anos, que foi abandonado em frente à casa dela: “É uma ótima iniciativa, porque eu mesma não vou conseguir manter meu cachorro com tudo o que precisa, como remédio, ração, tosa, e ainda castrar. Eu faço tudo o que posso por ele, porque ele foi abandonado… Porém, infelizmente, eu não tenho condições de pagar R$ 400 à vista como uma clínica me pediu. Por isso, eu achei essa ideia do Castramóvel maravilhosa”.

Primeiro a equipe avalia o pet para saber se é possível fazer a castração. Ele então recebe uma medicação pré-anestésica, passa por indução, intubação orotraqueal e é feita a castração.

O dono do animalzinho recebe todas as orientações de como proceder no período pós-cirúrgico. O pet já é levado para casa com a roupinha cirúrgica e com os medicamentos, o que inclui antibióticos e anti-inflamatórios fornecidos pelo Município.

Estrutura

Seguindo a resolução do Conselho Federal de Medicina Veterinária, o Castramóvel conta com centro cirúrgico, sala de recuperação, sala de preparo, autoclave, aparelhos de anestesia inalatória, monitor multiparamétrico, entre outros.

O corpo clínico é formado por três médicos-veterinários, enfermeiros, além de voluntários. “O animal receberá um serviço de excelência em todas as etapas, assim como uma pessoa quando passar por cirurgia, tudo para garantir a segurança e o bem-estar do paciente”, destaca o gerente de vida silvestre e bem-estar animal, o veterinário Rodrigo Neca Ribeiro.

10 mil castrações

Além do Castramóvel, o Município de Cascavel segue com o serviço gratuito de castração nas cinco clínicas credenciadas. Aliás, a perspectiva é de que até o fim deste ano se chegue ao número de 10 mil procedimentos nessas unidades.

Sozinho, o Castramóvel deve realizar de 1,5 mil a 2 mil cirurgias este ano. Juntos, os serviços contribuem para controlar o crescimento populacional dos animais e, consequentemente, auxilia na questão de saúde pública.

Quem pode levar os animais para a castração?

O Castramóvel vai atender pets de famílias pobres que moram em bairros que fazem parte do Território Cidadão e que tenham o Cadastro Único, ou ainda quem acolheu um animal de rua.

O cadastro pode ser feito nas unidades do Cras (Centro de Referência de Assistência Social).

Para entrar na lista de espera do Guarujá, os cidadãos precisam se registrar com as Agentes Comunitárias de Saúde, que atendem na USF (Unidade de Saúde da Família). O cronograma dos próximos bairros que receberão o Castramóvel ainda será definido pela equipe.

Quais serão os animais castrados?

Para que animal seja submetido à cirurgia, ele tem que ter um responsável legal. No entanto, isso não impede que o cascavelense pegue um animal de rua e se responsabilize por cuidar dele. Caso o animal passe por alguma intercorrência cirúrgica, será levado até uma das clínicas credenciadas do Município para atendimento.

Orientações para levar os animais:

– Animal de banho tomado;

– Sem pulgas ou carrapatos;

– Jejum sólido (comida) por 12 horas;

– Jejum líquido (água) por 3 horas;

Os benefícios para o animal

Além do controle populacional, a castração é uma questão de saúde pública, uma vez que alguns dos cães podem transmitir doenças para os humanos. Para o animal, a castração também traz benefícios. Para as fêmeas, por exemplo, há redução de quase 100% de desenvolver neoplasias mamárias. Quanto aos machos, há o controle de agressividade. No geral, há um aumento de longevidade e prevenção de doenças.

JK

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação