COTIDIANO

Cascavel começa a “mandar água” e abastecer Santa Tereza do Oeste

11 de junho de 2022 às 09:16
Sanepar integra sistemas de abastecimento de Santa Tereza do Oeste e Cascavel -
Publicidade

 

 

Cascavel – A solução do crônico e histórico problema da falta de água para abastecer as casas e comércio de Santa Tereza do Oeste passa contar a partir de sexta-feira (10) com importante reforço de Cascavel. Com investimentos de R$ 5 milhões, a Sanepar espera garantir o abastecimento de Santa Tereza pelos próximos 25 anos. O município passou a receber reforço de água tratada vinda de Cascavel, com a interligação dos sistemas feita recentemente pela Sanepar.

Num trajeto de 15,6 quilômetros, às margens da BR-277, uma adutora de 225 milímetros de diâmetro transporta diariamente 900 mil litros de água para atender 50% da população da cidade que fica cerca de 18 km de Cascavel. Bombeada por uma estação elevatória, a água sai do Centro de Reservação do Jardim Esmeralda, em Cascavel, até os reservatórios da cidade vizinha. A gerente geral Sudoeste da Sanepar, Rita Camana, disse que a interligação foi a alternativa mais viável encontrada diante da dificuldade de encontrar mananciais disponíveis para o abastecimento público, visto que Santa Tereza do Oeste não tem capacidade hídrica para atender ao consumo da população.

A Sanepar fez um estudo hidrológico que apontou dificuldades no lençol freático e nos mananciais superficiais no município. As diversas tentativas de perfuração de novos poços artesianos foram frustradas, pois os poços se mostraram improdutivos. “Prevendo atender à necessidade futura dos dois sistemas que temos buscado mananciais para acompanhar o crescimento e desenvolvimento das cidades”, destacou Camana.

A interligação dos sistemas só foi possível devido a captação de água do Rio São José que entrou em operação no ano passado. Com mais esse manancial de abastecimento, Cascavel teve um incremento de 25% na capacidade de produção de água, permitindo o compartilhamento da água tratada. A cidade é abastecida pela a água captada pelos rios Cascavel, Peroba, Saltinho e o São José com necessidade de 70 milhões de litros por dia, em 4 locais de captação, e mais 16 poços artesianos.

 

Alívio aos moradores

O secretário de administração de Santa Tereza do Oeste, Vladimir Pauluk, disse que a medida traz alívio ao Município, uma vez que a situação era bem problemática e, há muito tempo, para conseguir atender à necessidade local, a Sanepar já encaminhava pelo menos três vezes por semana, caminhões pipa para não deixar a cidade desabastecida. Porém, mesmo assim, a falta de água era comum na rotina dos moradores da cidade e do interior.

Pauluk lembrou que a deficiência hídrica chegou a um ponto tão ruim, que no fim do ano passado, seguindo a um decreto do estado, a cidade declarou um estado de calamidade hídrica. Isso ocorreu logo após a perfuração de pelo menos 10 poços artesianos, sendo que foi possível a captação de água em apenas três. A cidade tem cerca de 15 mil habitantes e 4,5 mil imóveis.

Segundo o secretário com esse apoio de Cascavel, a situação da falta de água será resolvida e o abastecimento normalizado tanto na cidade quanto no interior. Outro problema que foi resolvido há pouco tempo está relacionado com as constantes quedas de energia elétrica, que indiretamente também afetavam o sistema de água. Como a cidade é um polo industrial e tem muitas empresas a Copel refez o sistema de linhas de transmissão, melhorando a situação energética da cidade.

Conforme a gerente da Sanepar, o sistema de abastecimento está sendo automatizado com monitoramento da operação e da distribuição a partir do Centro de Controle Operacional de Cascavel. Além disso, a Sanepar já instalou uma nova estação elevatória de água que deve entrar em operação em 2024, junto com um novo reservatório, melhorando ainda mais as condições do abastecimento, principalmente, para as regiões mais altas da cidade. A captação do Rio Gonçalves Dias foi desativada, e dois poços continuam em operação, assegurando 50% do abastecimento.

 

Foto: Sanepar

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE