201607061349078914_AP.jpgRIO – Não basta ter tradição e luxo, tem que ser pet friendly. Esse parece ser um dos lemas do Queen Mary 2, um dos mais navios de cruzeiro mais elegantes do mundo e o único a aceitar animais de estimação. Tanto que, em sua mais recente renovação, o canil a bordo foi ampliado.

BV Pet

A embarcação da Cunard – que faz roteiros de sete dias entre Nova York e Southampton, na Inglaterra, ou Hamburgo, na Alemanha – mais que dobrou o espaço destinado a cães e gatos, de dez para 22 cabines. A reforma também ampliou a área para as brincadeiras dos bichinhos, criou um lounge para os donos e uma pista especial para os passeios em alto-mar, com direito a um hidrante e um poste, para que os cruzeiristas de quatro patas não fiquem com saudades de casa.

Apesar da postura amigável aos bichinhos, não é permitido que eles viagem nas cabines de passageiros, por questões sanitárias. Por isso há membros da tripulação destacados para acompanhar os animais 24 horas por dia, cuidando dos passeios, da alimentação, dos banhos e de quaisquer outros cuidados.

Levar os melhores amigos num cruzeiro do QM2 não é barato. Uma vaga no canil custa de US$ 800 a US$ 1.000, e é a mais difícil de conseguir. É recomendável reservar com, no mínimo, oito meses de antecedência.

O novo canil, no entanto, não é o único fruto da renovação, que durou 25 dias e custou US$ 132 milhões. A embarcação ganhou novos carpetes, pintura, restaurantes e áreas comuns. As cabines de passageiros também foram reformadas, e, pela primeira vez, o QM2 oferece opções para quem viaja sozinho.