Amistoso: Brasil testa atletas diante de um Peru que busca revanche

Os peruanos tentarão se vingar da derrota por 3 a 1 que deu o título continental aos comandados de Tite no último dia 7 de julho

Rio de Janeiro – Três dias depois de enfrentar uma Colômbia que não entregou fácil o empate por 2 a 2, em Miami, o Brasil volta a campo na madrugada desta terça (10) para quarta-feira (11) para enfrentar novo adversário que “mordido” com a seleção: o Peru, goleado na final da Copa América e adversário em jogo amistoso marcado para a meia-noite (de Brasília) em Los Angeles (EUA).

Os peruanos tentarão se vingar da derrota por 3 a 1 que deu o título continental aos comandados de Tite no último dia 7 de julho, no Maracanã. Entretanto, no encontro de hoje, a situação das estrelas de cada equipe estará invertida: Neymar, que não jogou a Copa América reforça o Brasil, enquanto Paolo Guerrero, que jogou aquela final, pediu para não ser convocado para esta data Fifa para poder defender seu clube, o Internacional.

As duas seleções chegam a esta partida após não conseguirem vencer os últimos jogos, também disputados em terras estadunidenses. Enquanto o Brasil ficou no empate com a Colômbia, o Peru foi derrotado pelo Equador por 1 a 0, em Nova Jersey.

As equipes

Para este jogo, o técnico Tite mantém Neymar entre os titulares, depois de sexta-feira (6) ele ter jogado os 90min, o que não acontecia desde maio, e marcado um gol e dado assistência para o outro, anotado por Casemiro. Ademais, Tite fará mudanças em todos os setores. Fagner, Militão, Jorge, Allan e David Neres devem entrar no time, nos lugares de Daniel Alves, Thiago Silva, Alex Sandro, Arthur e Richarlison. Já o técnico Ricardo Gareca, sem sua referência no ataque, seguirá apostando no uruguaio naturalizado peruano Gabriel Costa e em Kevin Quevedo, que fizeram suas estreias na seleção andina na derrota contra o Equador e se destacaram em campo.

Histórico favorável

Este será o terceiro confronto em menos de três meses entre Brasil e Peru, depois de dois duelos na Copa América – a seleção de Tite goleou por 5 a 0 na fase de grupos. O histórico dos confrontos entre os dois países é claramente favorável ao Brasil, que venceu 32 dos 45 jogos disputados, contra apenas 4 vitórias peruanas e nove empates.



Fale com a Redação

6 + nove =