Acusada de matar recém-nascida em 2008 vai a júri

O crime aconteceu no dia 13 de outubro de 2008

Vai a júri popular hoje no Fórum Estadual de Cascavel Lídia de Souza, ela é acusada de matar a filha recém-nascida. O crime aconteceu no dia 13 de outubro de 2008, no Bairro 14 de novembro, em Cascavel.  Lídia teria dado a luz a bebê sozinha em casa e na sequência asfixiado a criança, a colocando em um saco plástico e jogando em riacho próximo à casa onde morava.

Vizinhos que viram Ligia jogando o pacote no rio acionaram a polícia e só horas depois a bebê foi encontrada já sem vida pelo Corpo de Bombeiros. Na época Ligia chegou a afirmar que havia caído e batido a barriga o que teria causado a morte da criança antes mesmo dela nascer, versão que foi desmentida pelo laudo pericial que apontou que a bebê havia nascido em boas condições de saúde e apontou morte por asfixia. A acusada responde ao processo em liberdade.

 



Fale com a Redação

19 + 7 =