Acesso ao Show Rural: Acostamento apenas em horários de pico e com escolta

O evento espera receber 250 mil pessoas em cinco dias

Polícias rodoviárias federal e estadual, polícias militar e civil, Transitar/Cettrans, concessionária e diretores do Show Rural Coopavel estiveram reunidos na tarde desta terça-feira para definir como será o esquema de trânsito para o evento, de 3 a 7 de fevereiro em Cascavel, no Oeste do Paraná. Nos dias de feira, a PRF autorizará o uso do acostamento, no trecho entre o posto da corporação e o parque, em horários considerados de pico – início da manhã e fim da tarde.

O uso desse recurso ocorrerá apenas, segundo o inspetor Antonio Gradin, com escolta policial e em momentos nos quais a polícia considerar necessário. “Durante o restante do dia, o tráfego seguirá normalmente sem empregar o acostamento”, afirmou. Sete pontos de apoio e orientação darão suporte às policiais no trecho entre o Trevo Cataratas e a Ferroeste, e haverá também equipes itinerantes em todo o percurso. “A prioridade será a segurança aliada à agilidade. Vamos fazer de tudo e ser rigorosos para evitar acidentes. Por isso, o tráfego pelo acostamento ocorrerá em baixa velocidade”.

Outra preocupação é de fazer com que as pessoas em viagem não tenham de esperar demais para atravessar esse ponto da 277 e seguir para o seu destino. “Também precisamos dar atenção à BR-369, que em anos anteriores chegou a ter espera de uma hora e meia. Atuaremos ao máximo para evitar que isso volte a acontecer”, afirma Gradin. Há consenso de que a duplicação da rodovia entre o trevo e a PRF melhorou a situação geral no percurso, no entanto há dois gargalos que exigem atenção, o entroncamento Cataratas e a entrada ao estacionamento do Show Rural.

O diretor da Transitar/Cettrans, Vander Piaia, concordou com a importância de combater esperas excessivas e sugeriu algumas medidas capazes de reduzir o engarrafamento no trevo. “Podemos pensar em algumas ideias para instalar placas em alguns pontos específicos a fim de orientar os motoristas a usar outros caminhos, evitando congestionar ainda mais o Cataratas. Claro, isso depende de amadurecimento, mas pode ajudar”, argumentou Vander.

O coordenador do Show Rural Coopavel, Rogério Rizzardi, agradeceu a colaboração das polícias e de órgãos de segurança e afirmou que o trânsito é uma parte fundamental do evento. O presidente Dilvo Grolli também reconheceu a colaboração das polícias e afirmou que a Coopavel está à disposição para ajudar em tudo o que for necessário. O evento espera receber 250 mil pessoas em cinco dias. Serão 650 expositores e estimativa de negócios superiores a R$ 2 bilhões.

 

Assessoria



Fale com a Redação

cinco × um =