A cidade de Cascavel completa 67 anos com várias conquistas que refletem no otimismo de cascavelenses, líderes empresariais e na administração pública. O aumento do perímetro urbano, por exemplo, era uma demanda antiga que foi conquistada em 2018.

Em agosto, a Câmara de Vereadores aprovou projeto contemplou a inclusão de áreas nas regiões oeste e norte de Cascavel ao perímetro urbano. De acordo com dados da Secretaria de Planejamento Municipal, foram incluídas cinco novas áreas, totalizando 5,29 km², com isso o perímetro urbano passou de 102 km² para pouco mais de 107 km².

Além de outras áreas, com o aumento ficou oficializado como parte do território urbano a região do Lago Azul, demanda antiga da população, porque, por ser considerado chácara, o local não tinha benfeitorias como asfalto.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) Cascavel tem um perímetro total de 2.100,831 km² de território e a expansão do perímetro urbano facilita investimentos em infraestrutura, como postos de saúde, escolas, iluminação e unidades de policiamento e pavimentação, melhorando a qualidade de vida desses moradores. Atualmente, 92% malha viária urbana é asfaltada, de acordo com a Secretaria de Planejamento.

 

Emprego

O IBGE estima que Cascavel tenha 324.476 habitantes. Desse total, 89.443 pessoas trabalham com carteira assinada, o que corresponde a 29% da população de acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). Este número corresponde apenas aos empregos formais na área privada. O salário médio do trabalhador em Cascavel é de R$ 2.533,49. Considerando este índice a cidade ocupa a posição 29 de 399 no ranking de melhor salário do Paraná. No mês de setembro Cascavel gerou 554 novas empregos com carteira assinada. No ano de 2018 o acumulado de vagas formais é de 2.876.

 

Viver bem

Dados mais recentes do Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) apontam que Cascavel tem o quarto melhor IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) do Paraná e está em 113º no País, com IDH-M de 0,782.

O IDH-M avalia o desempenho econômico e a qualidade de vida nas cidades baseado nos pilares saúde, educação e renda. Com 98,1% das crianças de 6 a 14 anos na escola e 90% dos professores da rede municipal com formação superior, a educação foi a área que mais contribuiu para a cidade ascender de posição na lista. Some a isso o aumento da renda per capita mensal (de R$ 695 em 2000 para R$ 1.003 em 2010) e da expectativa de vida do cascavelense (de 73 para 75 anos), o que fez Cascavel se destacar no cenário estadual.

Agronegócio

Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a cidade de Cascavel lidera as exportações no oeste. De janeiro a outubro deste ano, foram exportados US$ 302.884.831 por empresas de Cascavel. Desse total, 63% correspondem a exportações de animais vivos e produtos de origem animal.

Segundo o Censo Agropecuário 2017, Cascavel é a maior produtora de soja do Paraná, a quinta maior produtora de milho em grão do Paraná e ocupa o quarto lugar no efetivo de galináceos. A cidade também se destaca no número de maquinários agrícolas com o maior número de colheitadeiras e está em segundo lugar em número de tratores e plantadeiras.