O vento forte desta sexta-feira (13) trouxe um recomeço para a vida de 36 famílias de Itaguajé, no Noroeste do Paraná. O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou o Residencial Pedro Benedito da Silva Neto, novo empreendimento habitacional do Governo do Estado. Foram investidos R$ 2,26 milhões para custear integralmente o valor das moradias destinadas a famílias em situação de vulnerabilidade. Elas residiam em condições precárias ou irregulares na cidade.

São imóveis de 32 metros quadrados, e também unidades de 49 metros quadrados adaptadas para pessoas com deficiência. Todos possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa, em lotes com tamanho que permite ampliações futuras pelos proprietários.

“O Paraná realiza o maior programa habitacional do país. São mais de 30 mil casas, muitas a custo zero para as famílias”, disse o governador.

Ele destacou que as famílias beneficiadas têm renda de até dois salários mínimos, o que tornaria muito difícil comprar um imóvel por meio de um financiamento imobiliário. “É difícil, com essa renda, juntar dinheiro para uma entrada no banco ou mesmo entrar no financiamento. Quando a gente entrega a chave da casa própria e vê a emoção das famílias, se emociona junto”, ressaltou.

RAPIDEZ – A construção do empreendimento foi financiada com recursos oriundos de um financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) obtido pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), por meio do programa Nossa Gente Paraná. Com projeto construtivo, licitação e fiscalização da Cohapar, o empreendimento foi concluído em apenas 10 meses.

A área onde as casas foram construídas foi doada pela prefeitura de Itaguajé como contrapartida para viabilização do projeto. Para o prefeito Crisogono Noleto e Silva Junior, o Juninho, a cidade de Itaguajé como um todo ganha com a inauguração do conjunto habitacional.

“Só temos que agradecer a sensibilidade do governador, que entende a necessidade dessas famílias”, disse o prefeito. “Já estamos, inclusive, buscando mais 40 casas para o município junto ao Governo do Estado para ajudar a mudar a vida de mais famílias”.

A administração municipal também executou as obras de drenagem e a instalação de galerias de águas pluviais, selecionou e deu suporte às famílias beneficiadas, que já eram atendidas por programas assistenciais do município e do governo estadual. Além de não pagarem pelos imóveis e os terrenos, elas receberam a instalação dos serviços de luz, água e esgoto de forma gratuita a partir de convênios da Copel e Sanepar.

INVESTIMENTOS – Desde 2019, os projetos habitacionais vinculados ao Nossa Gente Paraná beneficiaram 696 famílias de baixa renda com a entrega de casas gratuitamente. Outras 756 unidades estão em construção, totalizando R$ 108 milhões de investimentos entre empreendimentos concluídos e em construção.

O presidente da Cohapar, Jorge Lange, destacou o trabalho que vem sendo realizado pela companhia. “Isso é resultado de muito esforço, uma ação conjunta que ajuda a dar uma virada na vida dessas pessoas. Realizar o sonho da casa própria traz dignidade, e nós esperamos que todas essas famílias sejam muito felizes aqui”, disse.

Foto: José Fernando Ogura
Novos moradores do Residencial Pedro Benedito da Silva Neto. Foto: José Fernando Ogura/AEN

NOVA REALIDADE – Para Alessandra Faustino de Souza, 39 anos, este dia tem um significado de mudança de vida. “Nós moramos um ano de aluguel, mas não tínhamos mais condições. Então, fomos morar de favor junto com minha mãe, uma situação muito delicada, os dois desempregados”, afirmou.

Ela e o marido, Vanilson Monteiro, que normalmente trabalha na lavoura, têm três filhos pequenos. Eles foram contemplados em um sorteio que deu à família a casa toda mobiliada. “Poder dar uma casa segura para as crianças é um sonho realizado”, comemorou.

A família da doméstica Luciana Mendes Pereira Carrascar, 34 anos, vive a mesma emoção. Junto ao marido Gilvan Carrascar (42), que trabalha na indústria de frango, ela poderá dar um lar não apenas aos cinco filhos, mas também a uma tia cadeirante. A família foi contemplada com uma das casas adaptadas.

“Essa tia nos recebeu quando não tínhamos mais condições de pagar um aluguel, e eu vou cuidar dela até o fim”, disse Luciana. Agora, a expectativa é mobiliar a casa e curtir essa nova fase. “Queremos ampliar a casa para abrigar todo mundo bem, deixar minha tia aconchegante, poder convidar os amigos para vir na minha casa, agora minha mesmo”, celebrou.

MAIS INVESTIMENTOS – No mesmo evento, o governador Ratinho Junior anunciou a liberação de R$ 2,7 milhões, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas. Os recursos serão destinados para a reforma de uma escola do município, recape asfáltico e a construção de uma capela mortuária.

O governador ressaltou a importância de assegurar uma melhor infraestrutura para que os alunos da cidade possam estudar com mais qualidade. “Queremos que o desenvolvimento chegue para todos. Trabalhamos para que a infraestrutura, a habitação, a educação, tudo corra da melhor maneira para a população, que merece essa atenção”, disse Ratinho Junior.

Segundo o secretário do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, João Carlos Ortega, a missão da gestão estadual é melhorar a vida das pessoas em todas as áreas. “Trabalhamos para colaborar com as prefeituras, que se esforçam para ter as documentações em dia e poder receber esses benefícios. Especialmente os municípios pequenos, com menor arrecadação, precisam desse nosso apoio”, explicou o secretário.

A área onde as casas foram construídas foi doada pela prefeitura de Itaguajé como contrapartida para viabilização do projeto. Foto: José Fernando Ogura/AEN