PARANÁ

Servidor público denunciado por furto é condenado a quase 118 anos de prisão

Além da pena de prisão, o réu – que foi preso nesta terça-feira, 18 de junho – deverá pagar indenização de R$ 26.060,00 às vítimas

condenacao
A motivação do crime seria a suspeita de que a vítima teria abusado sexualmente de uma adolescente, o que não foi comprovado

Em Uraí, no Norte Pioneiro do estado, um réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por furto qualificado foi condenado a 117 anos, 9 meses e 26 dias de prisão. A denúncia, ofertada por meio da Promotoria de Justiça da comarca, indica o cometimento do crime por 44 vezes.

As vítimas foram uma mulher idosa e seu filho com deficiência – o réu tinha acesso aos cartões bancários e senhas dos dois e os auxiliava na retirada bancária dos benefícios mensais que ambos recebem do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Entretanto, ao longo de vários anos, teria se aproveitado da situação para fazer diversas transferências para contas bancárias dele e de parentes seus.

Além da pena de prisão, o réu – que foi preso nesta terça-feira, 18 de junho – deverá pagar indenização de R$ 26.060,00 às vítimas. A decisão já transitou em julgado após recursos da defesa.

Fonte: MPPR