Um serial killer brasileiro que mais tarde morreu em um acidente de avião no Paraguai é o responsável pelo assassinato de três mulheres, cometidos há cerca de 20 anos na Flórida, informou a polícia americana nesta terça-feira (31).

Roberto Wagner Fernandes morou em Miami nos anos 1990 e início dos anos 2000 e seus restos mortais foram exumados há vários meses, o que permitiu que autoridades americanas conseguissem vincular de forma conclusiva o seu DNA aos três assassinatos.

Fernandes também pode ser responsável por outros assassinatos nos Estados Unidos, segundo o Gabinete do Xerife do Condado de Broward, no sudeste da Flórida.

“Acredito que haja outros casos por aí e isso faz parte de nossa investigação em andamento”, afirmou o detetive do condado de Broward, Zachary Scott.

A polícia americana diz que Fernandes foi acusado pelo assassinato de sua esposa em 1996 no Brasil, na cidade de Londrina, no Paraná, mas foi absolvido e se mudou para Miami, onde trabalhou como comissário de bordo e motorista de ônibus de turismo.

Fonte: G1