São Miguel do Iguaçu – Eram 14h de terça-feira (11) quando os termômetros em São Miguel do Iguaçu registravam 36ºC, em Palotina batiam na casa dos 35ºC, similar ao observado em Guaíra e em Foz do Iguaçu. As temperaturas máximas antecipam o verão – que só chega oficialmente semana que vem – foram de tirar o fôlego, literalmente.

Segundo o Instituto Simepar, o céu limpo, sem nuvens, permitiu ao sol reinar absoluto. A sensação térmica chegou aos 40ºC na sombra, contou com um ingrediente extra: em praticamente todo o oeste a umidade relativa do ar atingiu índices preocupantes, na casa de 30%, quando o mínimo recomendado pela Organização Mundial da Saúde para manter boas condições de respiração é 60%.

Ainda de acordo com o Simepar, ontem não chegou a ser a tarde mais quente da primavera, já que em duas ocasiões, em setembro e em novembro, foram registradas temperaturas ainda mais elevadas.

O Papai Noel pode preparar a bermuda e a regata, pois o calorão deve se repetir nos próximos dias, podendo haver um pico de temperatura que pode chegar a 40ºC em alguns municípios mais próximos do Lago de Itaipu no domingo da próxima semana, antevéspera de Natal.

A boa notícia é que pancadas de chuva, daquelas típicas de verão a partir da quebra de um bloqueio atmosférico que avança sobre a região no domingo, devem aliviar a secura do ar. Neste dia deverá haver pancadas ocasionais em praticamente todas as cidades do oeste e a chuva uniforme, necessária para a saúde e para as lavouras de soja, promete chegar na próxima terça-feira (18). As chuvas neste dia devem ser mais uniformes, podendo variar de 35mm a 60mm nos municípios da região.

Ah sim, o Papai Noel deve pegar o guarda-chuva também. Pois, ao que tudo indica, o Natal deverá ser debaixo de água no oeste tanto dia 24 quanto dia 25 e com termômetros nas alturas.