O Aeroporto de Cascavel foi palco ontem de um forte esquema de segurança montado para o transporte de presos que vieram de Curitiba e seriam levados a Catanduvas. Para a operação, foram usados um avião da Força Aérea Brasileira, diversas viaturas e até um helicóptero do Exército.

Segundo a Polícia Federal de Cascavel, tratam-se de pessoas que foram presas durante a Operação Pregadura, desencadeada ontem em Curitiba. Eles foram levados ao presídio federal de segurança máxima de Catanduvas.

A operação ocorreu nos estados do Paraná, do Rio Grande do Norte, de Roraima, de Minas Gerais, do Mato Grosso do Sul e de São Paulo, com total de dez mandados de busca e apreensão e 31 mandados de prisão.

A operação teve como intuito combater crimes cometidos por uma organização criminosa que atua dentro e fora dos presídios.

O grupo investigado é responsável por comandar ações nesses estados com autorização de ataque a agentes públicos, de crimes de tortura e de rebeliões, decisões que partiam de dentro da Penitenciária Estadual de Piraquara e eram difundidas por meio de celulares e aplicativos de comunicação.