Representantes do Depen (Departamento Penitenciário), Cogesp (Conselho de Gestores de Segurança Pública) , Polícia Civil e da OAB (Ordem dos advogados do Brasil), reuniram-se, nessa terça-feira (21) com o Dr. Jurandir Parzianello, Presidente da OAB, a Juiza Dra. Cláudia Spinassi, e a Promotora de Corbélia, Dra. Cláudia Biazus, para estabelecer um plano de ação buscando dotar a Cadeia Pública Feminina de Corbélia com melhoramentos da estrutura e funcionalidade, em cumprimento a Lei de Execuções Penais.

Dentre as propostas pautadas, tomou forma a implantação de um método de gestão diferenciado no tratamento às presas, objetivando resultados mais satisfatórios que reduza os índices de eventual reincidência criminal.

Considerando que o Depen está assumindo 100% da gestão de presos no Paraná, e a Cadeia Pública de Corbelia, já existente, tem caráter regional, abarcando somente mulheres presas, e em situação de vulnerabilidade, a proposta consiste em melhoramento das instalações daquela cadeia, no espaço existente ou outro que possa ser adequado para essa finalidade, e, principalmente, mudança no método de gestão.