O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Capitão Leônidas Marques, no Oeste do estado, ofereceu denúncia contra 15 pessoas investigadas a partir da Operação Solis pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, manutenção de casas de prostituição e lavagem de dinheiro.

As investigações foram iniciadas pelo Grupo Especial de Investigações Sensíveis da Polícia Federal em Cascavel, e contaram com interceptação telefônica e quebra de dados telefônicos e telemáticos. Conforme apurado, a organização criminosa teria um grande patrimônio oculto oriundo das práticas ilícitas e atuava em diversas cidades do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, a partir da base montada em Boa Vista da Aparecida.

Processo número: 0002070-79.2020.8.16.0062.