Prestes a deixar cargo, Júlio Reis comemora números

Cascavel – O secretário de Segurança Pública do Paraná, Júlio Reis, esteve em Cascavel esta semana e aproveitou para fazer um balanço sobre o período em que ficou à frente de uma das pastas mais importantes do Estado. Júlio é de Cascavel e já comandou a Polícia Civil local.

BRDE 3

O destaque dele é para a redução de homicídios em todo o Estado: “Fizemos diversos avanços na área de segurança pública, recentes investimentos em viaturas novas e coletes, uma demanda que estava represada. Tudo isso fez com que os servidores das polícias dessem o retorno que esperávamos, que foi a redução do índice de criminalidade. Podemos comemorar o menor número de homicídios dos últimos 11 anos e isso é sinal de uma boa integração entre as forças de segurança, de uma polícia eficiente”.

Dados da Cape (Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico), da Secretaria de Estado da Segurança Pública, mostram que o número de homicídios dolosos (com intenção de matar) caiu de 1.691 de janeiro a setembro de 2017 para 1.464 no mesmo período desde ano, 13,4% a menos.

Dos 399 municípios do Estado, 43% (172) não registraram homicídios de janeiro a setembro deste ano e 29,5% (118) registraram um ou dois homicídios no período.

Segundo Júlio Reis, essa redução da violência foi determinante para a escolha do Estado para sediar o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Regional Sul (CIISPR-S).

Futuro da pasta

Para o secretário, houve avanço na condição dos presídios e que, com a criação do Susp (Sistema Único de Segurança Pública), seu sucessor terá condições favoráveis para receber mais investimentos ano que vem. “A questão dos presídios é um gargalo em todo o País. A maioria das cadeias e das penitenciárias está superlotada. A diferença é que aqui estamos em um cenário de obras. Até março inaugura mais uma cadeia pública em Campo Mourão. Devem ser inaugurados também, no primeiro semestre, no máximo, lá em Paranaguá, mais presídios, além de outros que estão licitados. Com o Susp, agora em funcionamento, e uma eleição presidencial em que todos viram que a população teve foco na segurança pública, acho que é muito provável que venham mais recursos para que os estados possam investir e conseguir um enfrentamento ainda mais eficiente contra a criminalidade”.

Delegacia Cidadã

O secretário Júlio Reis também comemora o avanço na implantação da Delegacia Cidadã em Cascavel. Segundo ele, o projeto já está na LOA (Lei Orçamentária Anual) 2019 e os recursos garantidos pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) “A Delegacia Cidadã de Cascavel já é realidade. Vai ser lá mesmo, naquele terreno escolhido [antiga Escola Maria Tibola, na região central] e a promessa é de que a licitação para a execução da obra ocorra no primeiro trimestre, no máximo abril ou maio do ano que vem, e depois são dez meses para concluir a obra. Inauguramos cerca de 30 dias atrás em Pinhais, e as próximas serão Cascavel e Londrina e mais quatro entre Curitiba e a região metropolitana”.

brde2

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação