A Polícia Federal deflagrou na manhã de quinta-feira (24) a Operação Lazarus, com o objetivo de reprimir uma organização criminosa voltada ao tráfico internacional de drogas.

Cerca de 32 policiais federais deram cumprimento a oito mandados de busca e apreensão nas cidades de Toledo/PR e Amambai/MS.

A investigação apurou um esquema criminoso de tráfico internacional de drogas por modal rodoviário, consistente na aquisição e carregamento da droga na fronteira entre as cidades de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, e Ponta Porã/MS com posterior transporte até a região de Curitiba/PR para distribuição, sendo organizado desde a arregimentação de caminhoneiros em Toledo/PR, até a aquisição e registro dos veículos (caminhões e VANS) utilizados no transporte da droga em nome dos motoristas ou de empresas fantasmas.

A organização criminosa tinha em sua estrutura um núcleo responsável por operacionalizar a prévia transferência de propriedade dos caminhões/carretas utilizados no transporte da droga, que eram registrados em nome dos respectivos motoristas antes de viajar até a fronteira para carregar os entorpecentes.

Durante o curso das investigações, foi possível identificar 15 (quinze) situações de prisões em flagrante delito por tráfico de entorpecentes diretamente relacionadas à organização criminosa investigada, resultando na apreensão de 13.413 kg de maconha, 676 kg de cocaína, 32 veículos (caminhões, carretas, vans e caminhonetes utilizadas como “batedores” da carga).

Os investigados responderão pelos crimes de pertinência a organização criminosa, tráfico internacional de drogas e associação para fins de tráfico, que podem chegar até 35 anos de reclusão.