Em outubro, o Paraná obteve o terceiro melhor índice em abate de carne de frango de sua história. Com 157,8 milhões de cabeças abatidas, o Estado conseguiu o melhor número do ano, historicamente atrás apenas dos meses de março e agosto de 2017, segundo dados do Sindiavipar (Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná). A produção mensal foi 8,9% acima de setembro de 2018 e 5,9% superior a outubro de 2017.

Após fechar o terceiro trimestre de 2018 com números recordes em exportação (449,1 mil toneladas no período), a avicultura paranaense finalizou outubro com recuo nos embarques, tendo decréscimo de 4,9% em comparação ao mês anterior (128,9 milhões de toneladas ante 135,5 milhões de toneladas), segundo dados da Secex/Mdic (Secretaria de Comércio Exterior).

A análise do mercado avícola nacional será um dos temas do VI Workshop Sindiavipar “Avicultura Brasileira Conectada ao Mundo”. O evento será realizado no ano que vem, nos dias 7 e 8 de novembro, em Foz do Iguaçu e tem expectativa de receber 400 participantes do setor. Também serão pautas do evento os avanços tecnológicos no agronegócio, como nas áreas de genética, nutrição e sanidade animal.

“Reunir todos os elos da cadeia produtiva é fundamental para mantermos o bom desempenho da avicultura. Oferecemos um produto de qualidade reconhecida pelos mais exigentes mercados do mundo, com preço competitivo graças a esta base que construímos, embora temos ciência da importância da continuidade dos investimentos em tecnologia para o crescimento das atividades”, disse em nota o presidente do Sindiavipar, Domingos Martins.