Justiça decreta prisão preventiva de suspeito de estupro de criança

Na tarde desta sexta-feira (10), foi decretada a prisão preventiva do suspeito de ter estuprado uma criança de 8 anos em São Miguel do Iguaçu, no oeste do Paraná. O fato chocou a comunidade.

A prisão do indiciado se deu na tarde de ontem, após diligências da Polícia Civil.

Um exame de conjunção carnal foi realizado em Foz do Iguaçu e segundo a autoridade policial teria indicado lesões na vítima.  O suspeito foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, cuja pena prevista é de 8 a 15 anos de reclusão, em regime inicial fechado, acaso aplicada a pena acima do mínimo legal.

As investigações prosseguem e deverão ser encerradas em até 10 dias. Após o Ministério Público terá até 5 dias para oferecer a denúncia. O suspeito responderá ao processo preso, já que a prisão preventiva não tem prazo pré-estabelecido e pode durar até o fim do processo.



Fale com a Redação

9 + 11 =