As atividades do Mês Nacional do Júri a que Comarca de Cascavel aderiu semana passada continuam durante toda esta semana. Com a realização de júris diários, especialmente de crimes antigos, o Poder Judiciários espera que o mutirão desafogue a lista de espera por julgamento. A 16ª Promotoria de Cascavel realiza um júri por dia com prioridade para crimes contra a vida.

Nesta terça-feira (27) ocorre o julgamento de Paulo Andruchevitz por tentativa de homicídio contra sua ex-esposa e o namorado dela, ocorrido ainda em 2014.

Na quarta-feira (28) será julgado José Florisvaldo Silveira Calamancio por um homicídio em decorrência de uma discussão praticado em 2011.

Na quinta-feira (29), às 13h, será o julgamento de Marcos Fernandes de Souza pela tentativa de homicídio contra dois policiais militares em frente a uma casa noturna de Cascavel no ano de 2016.

E, na sexta-feira, também às 13h, o júri marcado é o de Anderson Rabel Alves, também por tentativa de homicídio.