Idoso morre e suspeito será indiciado por latrocínio

O caso agora é tratado como latrocínio - roubo seguido de morte

Elísio Ferreira Rocha, 83 anos, esfaqueado no dia 13 de maio em seu bar Rua Europa, Bairro Pacaembu, em Cascavel, morreu no último domingo após quase um mês internado no HU (Hospital Universitário) de Cascavel. Por isso, o caso agora é tratado como latrocínio – roubo seguido de morte.

O suspeito do crime foi encontrado em São Paulo, mas, como a Justiça não acatou o pedido de prisão, ele foi ouvido e liberado. “O suspeito confirmou participação no crime, mas alegou legítima defesa. Ele disse que foi até o local comprar um produto e teria se desentendido por causa do troco. O idoso teria pego a faca e desferido dois golpes contra ele e que por isso tomou a faca e deu três facadas na vítima. Mas as investigações não apontam essa situação. O suspeito vai ser indiciado por latrocínio”, afirma o delegado do GDE (Grupo de Diligências Especiais), Thiago Teixeira.

Reportagem: Cláudia Neis



Fale com a Redação

5 × 5 =