De volta para casa

Recebeu alta do HU (Hospital Universitário), domingo (13), Diciula das Graças do Nascimento, de 55 anos. Ela foi atacada por centenas de abelhas no dia 5 de janeiro na casa onde mora, no Parque Residencial Clarito, região norte de Cascavel. Diciula ficou cinco dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em coma. Na última quinta-feira (10) ela foi levada para o quarto, com significativa melhora no estado de saúde e desde então estava em observação. De acordo com a assessoria do HU, a mulher “foi liberada no domingo de manhã e, fora de perigo, se recupera em casa a partir de agora”.

Agredida pelo filho

Uma mulher de 74 anos foi atendida pelo Siate após ser agredida pelo próprio filho no Bairro Brazmadeira, região norte de Cascavel. A agressão aconteceu na tarde de domingo (13). Iracema Leal sofreu sérias contusões no rosto e foi encaminhada à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Brasília, onde permanecia internada na tarde dessa segunda-feira (14). De acordo com a Polícia Militar, além de dar socos no rosto da mãe, o homem de 42 anos ainda tentou enforcá-la com um cadarço de sapato. Ele está preso na 15ª Subdivisão Policial de Cascavel e deve responder por tentativa de homicídio.

Bateu e fugiu

Um homem ficou ferido em uma colisão entre dois carros registrada no cruzamento da Rua Aleijadinho com a Rua do Feitor, no Bairro Universitário, em Cascavel, na tarde dessa segunda-feira (14). A vítima, identificada como Ricardo, de 47 anos, conduzia um Palio que foi atingido por outro veículo que furou a preferencial. Ele sofreu uma contusão no tórax e foi encaminhado para a UPA Veneza. Testemunhas relataram que o outro carro era um Golf de cor verde, mas o condutor fugiu do local sem prestar auxílio.