Com seis pontos de vantagem na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, após por 2 a 1 sobre o Boa Esporte, no sábado, o Fortaleza não quer mesmo é deixar o G4, para garantir o acesso. O sucesso do time cearense, que tem dez pontos de vantagem para o quinto colocado, evidencia o técnico Rogério Ceni.

“Aprendi que é possível ser feliz em um clube fora do eixo Sul-Sudeste do País. Gostaria de concluir meu ano de trabalho aqui. Não quero chegar trabalhando como técnico até 65, 70 anos, mas quem sabe eu possa passar 10, 12 anos trabalhando como treinador”, disse Ceni, goleiro do São Paulo por 26 anos.

Na Série B, o Fortaleza soma 13 vitórias, quatro empates e quatro derrotas, com 33 gols marcados e 16 sofridos. É líder, melhor ataque, segunda melhor defesa e melhor mandante com boa vantagem. A campanha surpreendente no primeiro ano de trabalho no novo clube permite ao torcedor sonhar com o título da segunda divisão.

Ainda assim, o Fortaleza pensa jogo a jogo. E próximo será amanhã contra o ameaçado de rebaixamento CRB, às 20h30, em Maceió.

Paranaenses

Já as equipes paranaenses não podem se orgulhar de ter uma campanha “fortaleza” na Série B. O Coritiba tropeçou no Atlético-GO na estreia de Tcheco como treinador, por 1 a 0, em Goiânia (GO), e ficou mais distante do G4. Com 29 pontos, o Coxa é o décimo colocado, a quatro pontos do Goiás, quarto colocado. Já o Londrina venceu o Paysandu por 2 a 1, em casa, e passou a respirar mais aliviado, pois deixou a zona de rebaixamento, apesar de permanecer próximo aos últimos colocados.