O feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida foi tranquilo nas rodovias federais e estaduais que cortam Cascavel sem registro de mortes durante a Operação Padroeira.

Nas rodovias federais atendidas pela delegacia da PRF (Polícia Rodoviária Federal) de Cascavel não houve óbitos, mas nas rodovias estaduais administradas pela 3ª Cia da PRE (Polícia Rodoviária Estadual), de Cascavel, foram registradas duas mortes: uma em Santa Helena, na quinta-feira, primeiro dia de operação, e outra em Ubiratã, na sexta-feira, feriado.

A Operação da PRE começou às 14h de quinta-feira e terminou às 23h59 de domingo. Foram atendidos oito acidentes com oito pessoas feridas e duas mortas. A polícia fez 69 testes do bafômetro e ninguém foi preso por embriaguez ao volante. Contudo, houve 289 flagrantes dos radares por excesso de velocidade e 174 motoristas autuados por diversas irregularidades.

box

Menos acidentes

Nas rodovias atendidas pela PRF houve redução no número de acidentes: foram sete colisões durante o feriado prolongado deste ano contra nove ano passado. Já o número de feridos aumentou: nove neste ano, contra sete ano passado.

Foram flagradas 13 motoristas dirigindo embriagados, quatro detidos por crimes de trânsito, 80 autuados por ultrapassagem em local proibido, 643 flagrados por excesso de velocidade, sete autuados por falta de cinto de segurança, 18 veículos com crianças fora de local adequado e 500 pessoas abordadas em comandos educativos. A operação da PRF começou à 0h de quinta-feira e terminou à meia-noite de domingo.

Um dos acidentes graves registrados na BR-277 em Cascavel aconteceu na madrugada de domingo. A batida envolveu um Classic e um Gol na pista sentido Cascavel a Foz do Iguaçu. O motorista do Classic estava na contramão da rodovia. Duas pessoas ficaram presas às ferragens dos veículos. Um homem e uma mulher tiveram ferimentos moderados e foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados para atendimento médico.

No Paraná

Em todo o Paraná, o número de infrações por excesso de velocidade chama a atenção: 5.904 veículos foram flagrados pela PRF transitando acima do limite permitido. Também houve 350 casos de ultrapassagens realizadas em locais proibidos, 62 registros de embriaguez e 44 crianças sem cadeirinha apropriada, além de 224 veículos retidos por diversas irregularidades. No Estado, a PRF atendeu 80 acidentes, com 104 pessoas feridas e cinco mortes. No mesmo feriado de 2017, em que a operação teve um dia a mais, oito pessoas morreram e 126 ficaram feridas em 163 acidentes.