Em Paris, judô brasileiro disputa o primeiro Grand Slam de 2020

Ao todo, a delegação contará com cinco estreantes

Rio de Janeiro – A seleção brasileira de judô terá seu primeiro grande desafio na temporada olímpica neste fim de semana, o Grand Slam de Paris (França), torneio que distribui até 1.000 pontos (campeão) no ranking mundial, sendo o terceiro campeonato que mais distribui pontos no calendário.

Para o primeiro Grand Slam do ano olímpico, o Brasil terá 16 atletas, sendo nove homens e sete mulheres, entre novatos e experientes, como os medalhistas olímpicos Sarah Menezes (52 kg), Leandro Guilheiro (81 kg) e Rafael Silva Baby (+100 kg).

Completam o time feminino Larissa Pimenta (52 kg), Jessica Pereira (57 kg), Samara Contarini (63 kg), Mariana Silva (63 kg), Beatriz Souza (+78 kg) e Maria Suelen Altheman (+78 kg).

Entre os homens, o Brasil terá ainda Allan Kuwabara (60 kg), Phelipe Pelim (60 kg), Willian Lima (66 kg), Marcelo Contini (73 kg), Michael Marcelino (73 kg), Guilherme Schimidt (81 kg), e David Moura (+100 kg), que espera por um reencontro com o francês Teddy Riner após a final em Brasília.

Ao todo, a delegação contará com cinco estreantes: Samara, Willian, Marcelino e Schimidt, todos da equipe de transição (base-principal), além de Kuwabara, que deixou uma ótima impressão em sua estreia com ouro no Grand Slam de Brasília.

Grandes judocas no tatame

Um dos grandes títulos almejados pelos judocas, o Grand Slam de Paris reúne os melhores atletas da modalidade. Nesta edição, nomes como Teddy Riner (+100 kg/FRA), Ryuju Nagayama (60 kg/JPN), Daria Bilodid (48 kg/UKR), Majlinda Kelmendi (52 kg/KOS) e Clarisse Agbegnenou (63 kg/FRA) estarão presentes no torneio.

Nomes fortes

No histórico da competição, o hino do Brasil tocou em cinco oportunidades no Palácio de Bercy. Edinanci Silva foi a primeira brasileira a conquistar o ouro de Paris, em 2000. Seis anos mais tarde foi a vez de João Derly. Leandro Guilheiro repetiu o feito de seus companheiros em 2010, e Mayra Aguiar fez uma dobradinha com títulos em 2012 e 2016.

 



Fale com a Redação

5 × dois =