A Guarda Municipal de Cascavel divulgou nessa quarta-feira (9) relatório das ações de 2018. O documento revelou que a viatura que mais atendeu ocorrências em 2018 foi a do Setor Central, que atende os Bairros Country, São Cristóvão, Centro e Cancelli. A região concentrou 40% do total de ocorrências (923), mais do que o dobro da região norte (456) e o triplo da região oeste (328).

Segundo o diretor da GM, coronel Avelino Novakoski, é comum que os picos de atendimento se concentrem na região central e um dos motivos é o movimento nos espaços públicos como as Praças da Catedral, Wilson Joffre, do Migrante e da Bíblia. “A região do Centro sempre teve mais ocorrências na GM porque esses locais sempre têm grande concentração de pessoas ociosas e boa parte dessas pessoas é usuária de entorpecentes. Estamos circulando 24 horas então, ao presenciar uma situação, a GM não pode passar sem fazer algo.”

Atendimentos por setor

Setor 1
Bairros: Country, Centro, São Cristóvão, Cancelli
Atendimentos: 923
Setor 2
Bairros: Recanto Tropical, Parque Verde, Coqueiral, Alto Alegre, Santa Cruz, Esmeralda, Santos Dummont, FAG
Atendimentos: 328
Setor 3
Bairros: Neva, Pioneiros Catarinenses, Parque São Paulo, Maria Luiza, Região do Lago, Pacaembu
Atendimentos: 290
Setor 4
Bairros: Guarujá, XIV de Novembro, Santa Felicidade, Universitário, Cascavel Velho
Atendimentos: 256
Setor 5
Bairros: Interlagos, Brazmadeira, Brasília, Periollo, Cataratas, Morumbi
Atendimentos: 456
Patrulha Rural
Atendimentos: 125

Atendimentos

As viaturas da Guarda Municipal receberam 2.328 solicitações de atendimentos ano passado, tendo resolvido 78% das ocorrências no local, sem necessidade de encaminhamento à delegacia de polícia. A maioria das ocorrências atendidas pelas equipes foram em apoio a outros órgãos policiais do Município, como atendimentos à Lei Maria da Penha, que somaram 268 ocorrências, cerca de 11% do total. As diligências de rotina da GM também resultaram na prisão de 509 pessoas, além de outras 28 por tráfico de drogas, na apreensão de sete armas de fogo e na recuperação de 43 veículos furtados ou roubados em Cascavel.

BOX

Processos administrativos

Em virtude das recentes polêmicas envolvendo servidores da Guarda Municipal o diretor Coronel Avelino Novakoski afirma que houve uma redução de 25% nos casos que resultam na abertura de processos administrativos em relação ao ano anterior. “Nós tivemos muito mais acertos do que eventuais falhas. O fato negativo dá mais divulgação, infelizmente, mas os positivos mostram que o atendimento foi muito além”.

O relatório da corregedoria da Guarda Municipal mostra que estão sendo investigados sete casos da Guarda Patrimonial e 14 casos da Guarda Municipal, todos relativos a 2018.