Caso Rossi: um mês sem ninguém preso

Até o momento, nenhum suspeito foi preso

Completa hoje um mês do atentado à vida do empresário Sandro Rossi, de 45 anos, atingido por mais de 20 tiros dentro do comércio dele, no Bairro Santa Cruz, em Cascavel. Rossi chegava ao local pela manhã quando foi alvejado. Até o momento, nenhum suspeito foi preso e a Delegacia de Homicídios, responsável pelo caso, afirma que detalhes não podem ser divulgados para que a investigação não seja prejudicada.

No dia do ataque, o carro usado pelos atiradores foi encontrado em uma lavoura às margens da BR-467, mas nenhum suspeito encontrado.

Após passar por uma série de procedimentos cirúrgicos, o empresário, que teve pelo menos 24 perfurações de projéteis no corpo, continua internado em estado grave no HU (Hospital Universitário) de Cascavel.

 



Fale com a Redação

cinco × 5 =