H) Billboard Internas (320X50)

POLICIAL

Cai pela metade verba para custear e reformar cadeias

23 de dezembro de 2017 às 09:21
Publicidade

Brasília – O Ministério da Justiça divulgou ontem o repasse de R$ 656 milhões do Funpen (Fundo Penitenciário Nacional) para estados e municípios. O valor corresponde à metade do montante enviado em 2016, de R$ 1,2 bilhão.

O Funpen foi criado em 1994 e tem como finalidade arrecadar recursos para financiar e apoiar as atividades e programas de modernização do sistema carcerário do País.

Segundo o diretor-geral do Depen (Departamento Penitenciário Nacional), Jefferson de Almeida, a queda no repasse não representa um corte. De acordo com ele, o Fundo arrecadou menos em 2017 e, pela lei, 75% da arrecadação deve ser enviada aos estados. “Não há nenhuma questão de corte, apenas atendimento de uma determinação contida na legislação”, afirmou.

Do montante, R$ 590 milhões serão repassado para os estados e o restante para os municípios.

Por determinação de lei, 30% do montante enviado a cada unidade da federação deve ser direcionado à construção, reforma e ampliação das unidades, a fim de aumentar o número de vagas no sistema penitenciário.

O restante pode ser aplicado em modernização e aparelhamento das prisões, como tornozeleiras eletrônicas, capacitação de servidores e pesquisa na área penal.

Segundo o Ministério da Justiça, São Paulo é o estado que receberá o maior montante: R$ 74 milhões. Em seguida estão Minas Gerais, R$ 34 milhões, e Ceará, R$ 29 milhões. O cálculo é feito a partir da população carcerária de cada estado.

As unidades da federação deverão encaminhar ao Depen relatórios semestrais sobre a execução do recurso. O prazo para utilização da verba foi estipulado em dois anos. Os recursos que não forem utilizados nesse prazo deverão retornar aos cofres públicos.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

K) Rodapé Internas (728x90) Desktop