Bebê abandonado já está em Abrigo e processo de adoção em andamento

A seleção acontece dentre casais que já passaram por todos os processos exigidos e são considerados aptos.

Reportagem: Claudia Neis

Toledo – Com quase um mês de vida, a pequena Clara Vitória, encontrada dentro de uma caixa de sapatos em um terreno baldio por policiais militares de Toledo na manhã do dia 14 de setembro, ainda com o cordão umbilical, já teve alta hospitalar e está em uma Casa Abrigo à espera de uma família.

De acordo com o Conselho Tutelar de Toledo, que acompanha o caso, o processo para adoção da menina já está em tramitação e depende apenas de o juiz analisar o casal mais indicado para adotar Clara. A seleção acontece dentre casais que já passaram por todos os processos exigidos e são considerados aptos.

Não há prazo para que o juiz responsável dê parecer sobre o caso.

Ainda de acordo com o Conselho, a menina está saudável e forte. Ela permaneceu internada por mais de três semanas para que adquirisse resistência, uma vez que nasceu prematura, de aproximadamente oito meses de gestação.

Dois policiais militares encontraram o bebê com o cordão umbilical amarrado com um cadarço e já apresentava sinais de hipotermia. Foram eles quem deram o nome de Clara Vitória.

Até o momento não houve identificação dos pais da criança.

 



Fale com a Redação

cinco − dois =