A Polícia Civil prendeu em flagrante na tarde dessa terça-feira (18) o suspeito de ter matado Nael Douglas da Silva Garcia a tiros no Conjunto Riviera, zona norte de Cascavel, na noite de segunda-feira. O nome dele não foi divulgado.

A vítima tinha 33 anos e foi executada com oito tiros de pistola 9 milímetros, de uso restrito, na entrada do prédio onde morava.

Segundo a polícia, a vítima e o suspeito moravam no mesmo prédio. A delegada Mariana Veira, que está à frente das investigações, disse que a investigação preliminar aponta que o homicídio foi motivado por um desentendimento ocorrido entre os dois no domingo e o autor esperou até a segunda-feira para surpreender a vítima. “O Nael estava com uma arma de fogo no bolso da calça, uma garrucha, mas foi surpreendido de forma tão rápida que não teve qualquer chance de defesa”, contou a delegada.

A polícia ainda não sabe o motivo da briga.

Pelas circunstâncias em que o crime aconteceu, pelo fato de a vítima ter sido surpreendida e pela quantidade de disparos, a polícia acredita que a intenção do autor era vingança.