A Polícia Civil de Rio Negro, na região metropolitana de Curitiba (RMC), investiga uma trágica história que abalou a cidade nessa quinta-feira (22). Cinco dias após perder a esposa por complicações da covid-19, um torneiro mecânico de 63 anos e a filha, de 40, foram encontrados mortos dentro do barracão onde ele trabalhava.

O caso aconteceu na Vila Ema e um morador da região lamentou a fatalidade. “Temos que rezar muito para Deus. Eu vi a tragédia e não tem como ficar triste”, comentou.

O 28º Batalhão da Polícia Militar (PM) esteve no local e suspeita que o homem estava abalado quando decidiu fazer o ato extremo. Informações repassadas à polícia dão conta de que o homem sofria de depressão. A filha, ainda de acordo com a PM, tinha deficiência e outros problemas médicos. Os cuidados de saúde da filha eram feitos pelo casal.

A Polícia Civil do município, investiga o caso.