Cascavel – O corpo encontrado na manhã desta quarta-feira (8) no lago do EcoPark Oeste, no Bairro Santa Cruz, em Cascavel, é de André Ferreira da Silva Matos, 22 anos.

O corpo foi visto boiando por moradores do bairro, que acionaram a polícia. Inicialmente, as forças de segurança acreditavam se tratar de uma mulher, visto que estava com roupas femininas e tinha as unhas pintadas. Quando o corpo chegou ao IML (Instituto Médico Legal) foi verificado que se tratava de um homem.

À tarde, uma tia e amigos da vítima estiveram no IML para fazer o reconhecimento do corpo e a liberação para o velório.

Mateus Gustavo Ferreira Rocha, amigo de André, conversou com a imprensa e contou que ele morava com uma tia no Bairro Santa Felicidade,  mas costumava frequentar sua casa no Bairro Brasmadeira. Disse ainda que a última vez que viu André foi no início da madrugada de segunda-feira (6), depois de terem ido a um bar na noite de domingo. E contou desconhecer qualquer tipo de desavença ou possível ameaça sofrida pela vítima que pudesse estar ligada à morte.

O amigo disse ter estranhado o sumiço de André, mas que ainda não havia registrado Boletim de Ocorrência.

Investigação 

A polícia não divulgou a causa da morte. De acordo com a Delegacia de Homicídios, não havia sinais de violência visíveis no corpo, por isso é preciso aguardar o laudo IML, que vai apontar o que causou a morte de André.