ESPORTES

Amadorzão registra 50 gols em 10 jogos pela 1ª rodada

05 de março de 2018 às 11:46
Publicidade

O Amadorzão Municipal 2018 teve início ontem e os jogadores deram mostras de que realmente estavam ansiosos pela competição. Foram registrados 50 gols em 10 partidas pela 1ª rodada, a começar pela vitória por 5 a 0 do D’Napolli sobre o Santa Cruz, no jogo que abriu o campeonato, pela manhã, no Estádio Olímpico.

Os demais jogos ocorreram todos à tarde, em outros cinco campos da cidade. No Ninho da Cobra, os embates foram acirrados. No jogo que abriu a programação no local, Jada, Amigos do Jauri e Cascavel Auto Peças empataram por 4 a 4. Com jogadores experientes e rodados no futebol cascavelense, as equipes apresentaram um futebol de elevada técnica.

O CAP, que atuou sem suplentes, mas apenas com jogadores experientes, abriu o placar aos 20min, mas os Amigos do Jauri, formado por jovens rodados, como Suender, Kinho e Ferrão, empataram aos 38min, dez minutos antes de o CAP ampliar para 2 a 1. Na segunda etapa, os jovens do Jada igualaram o placar logo aos 5min, mas o CAP tratou de esfriar os ânimos do adversário aos 12min, abrindo 3 a 2 no placar. O Jada então partiu para o ataque e virou o placar para 4 a 3 com dois gols em dois minutos, aos 37min e aos 39min. Aos 41min, entretanto, o CAP tratou de deixar o placar igual novamente: 4 a 4. No outro jogo no Ninho da Cobra, a Ponte Preta Cascavel venceu a Policia Militar do PR/PC por 4 a 3.

De virada

Outra equipe que sofreu com desgaste na 1ª rodada por poucas opções no banco de reservas foi o Maximus/BIG, que abriu o placar diante do Espaço Bier, mas acabou derrotado por 2 a 1. O Maximus dominou o primeiro tempo e transformou em gol a vantagem apresentada com a bola nos pés, principalmente nos do camisa 7 Pedrinho e do camisa 10 Buiu. Destaque também para a atuação do goleiro Robson, que no segundo tempo precisou se ausentar do jogo. E foi justamente na segunda etapa que o Espaço Bier, que contou com elenco completo, conseguiu a virada. Para o Maximus/BIG, do técnico Cléverson, a derrota só não foi pior por conta do outro resultado da chave: empate por 1 a 1 entre Clarito e 200 Ano. Na 2ª rodada, no campo do Complexo Esportivo Manuel Messias de Souza, no Jardim Colonial, o Maximus/BIG enfrentará o C

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE