Varejo tem queda de 2,5% nas vendas, segundo pesquisa do IBGE

A queda só não foi maior porque o setor de supermercados e alimentos teve uma alta de 14,6%.

O volume de vendas do comércio varejista do Brasil caiu 2,5% na passagem de fevereiro para março deste ano. Segundo a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada hoje (13), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a queda veio depois de uma alta de 0,5% de janeiro para fevereiro.

Quando usar máscara de pano

O resultado foi influenciado pelas medidas de isolamento impostas em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Na comparação com março de 2019, o recuo foi de 1,2%. Apesar disso, o varejo acumula altas de 1,6% no ano e de 2,1% em 12 meses.

Na passagem de fevereiro para março, a queda só não foi maior porque o setor de supermercados e alimentos teve uma alta de 14,6%.

Receita nominal

A receita nominal do varejo brasileiro teve queda de 1% na comparação com fevereiro deste ano e altas nos outros tipos de comparação: 2,6% em relação a março de 2019, 5,6% no acumulado do ano e 5,3% no acumulado de 12 meses.

Já a receita nominal do varejo ampliado teve retração de 12% na comparação com fevereiro deste ano e de 2,8% em relação a março de 2019.

No acumulado do ano, houve alta de 3,3% e no acumulado de 12 meses, de 4,5%.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

dezoito − quinze =