SAÚDE

Sarampo: Em Cascavel, apenas 30% das crianças estão imunizadas

16 de junho de 2022 às 08:00
Publicidade

A Secretaria de Saúde de Cascavel emitiu um alerta quarta-feira (15) referente a imunização contra o sarampo. Segundo dados do PMI (Programa Municipal de Imunização), apenas 30% das crianças foram vacinadas até agora no município, ou seja, a procura permanece muito baixa na cidade. A Campanha de Vacinação Contra o Sarampo prossegue até o dia 24 de junho.

Segundo a Saúde, é importante ressaltar que o sarampo é uma doença perigosa e que pode levar à morte, a vacinação é a única forma de prevenção. Devem ser imunizadas as crianças de seis meses até menores de 5 anos. Até agora foram vacinadas 6.638 crianças, mas a meta é de aplicar 21 mil doses, por isso, é importante que os pais levem seus filhos até as unidades de saúde para receber o imunizante.

Ana Carolina Rossin, coordenadora do Programa Municipal de Imunização, disse que é importante sempre reforçar que o sarampo pode deixar sequelas por toda a vida, além do risco do óbito. O município de Cascavel tem doses suficientes para atender toda população infantil. Todas as unidades de saúde aplicam as vacinas, sempre a partir das 8h.

Em 2022, o Brasil teve nove casos confirmados de sarampo. No ano passado, duas crianças menores de um ano morreram por conta da doença.

 

Contra a gripe

Outra campanha que ocorre de forma simultânea é a de imunização contra a gripe, que também está com baixa procura. Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde, Cascavel ainda não chegou nem aos 50% da cobertura vacinal dos grupos prioritários da campanha. Desde o último sábado a vacinação está aberta para todos os públicos a partir dos 6 meses de idade. A vacinação também vai até o dia 24 de junho.

A imunização ocorre em todas as unidades de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h até o dia 24 de junho, quando está prevista o fim do prazo da campanha. O Município recebeu mais doses do imunizante da 10ª Regional de Saúde e agora conta com mais de 61 mil doses disponíveis.

Para se imunizar, o PMI recomenda levar a carteirinha de vacinação para manter o documento atualizado. Além disso, é obrigatório o uso de máscara dentro das unidades de saúde.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE