Um detento da Cadeia Pública de Arapongas, na região norte do Paraná, fugiu do local duas vezes em um intervalo de cinco dias, segundo a Polícia Militar (PM). A primeira fuga aconteceu no dia 3 de setembro, sendo que o preso voltou a fugir na quarta-feira (8).

No dia da primeira fuga, outros 26 detentos fugiram do local, segundo a polícia. Para isso, os presos serraram o solário e pularam um muro com cerca de cinco metros de altura.

O homem foi recapturado e devolvido à unidade prisional. Apesar disso, de acordo com a PM, na noite de quarta-feira o detento voltou a fugir pelo solário com o auxílio de uma escada.

Os policiais fazem buscas pelo fugitivo. Até essa sexta-feira (10) ele não havia sido encontrado.

O Depen-PR (Departamento Penitenciário do Paraná) não se pronunciou sobre o caso.

Fuga de 27 presos

Após a fuga, 30 presos foram transferidos para Maringá, também no norte do estado. O Depen-PR informou que a unidade está sob controle.

De acordo com o órgão estadual, a cadeia estava superlotada no momento da fuga. A área foi projetada para abrigar 140 pessoas, mas estava com 280 presos.
A Polícia Militar (PM) informou que há a suspeita da fuga ter sido premeditada, já que outras pessoas aguardavam com carros para auxiliar os fugitivos do lado de fora da cadeia.

Um procedimento administrativo foi aberto para apurar o caso.