POLICIAL

Polícias Civil e Militar e Bombeiros têm reforço no efetivo e em equipamentos

28 de junho de 2022 às 07:52
O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta segunda-feira (27) a contratação de 2 mil policiais militares e 400 bombeiros militares aprovados no concurso público realizado pela Secretaria da Segurança Pública no ano passado, além de 250 veículos, 88 motos e seis embarcações. Ele também também convocou 150 delegados, 200 investigadores, 50 papiloscopistas e 24 escrivães que vão compor os quadros da Polícia Civil do Paraná. O anúncio foi feito na cerimônia na Academia Policial Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais.
Publicidade

 

 

Curitiba – O governador Ratinho Junior anunciou abriu a semana anunciando a convocação de novos profissionais para compor o quadro da Polícia Civil do Paraná. Serão chamados 150 delegados, 200 investigadores e 50 papiloscopistas, que fizeram o concurso em 2020, além de 24 escrivães remanescentes de um processo anterior.

O resultado final do concurso foi divulgado no início do mês pela Polícia Civil. O anúncio do governador prevê a contratação de mais delegados do que constava inicialmente no edital, que trazia 50 vagas para o cargo de delegado de polícia, 300 para o de investigador de polícia e 50 para papiloscopista. As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de classificação. A validade do certame é de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

“Com o chamamento, esses mais de 400 profissionais poderão iniciar seu treinamento. Até então, seriam 50 delegados, e agora vai para 150 delegados que estão sendo convocados para preencher todas as áreas e regiões do nosso Estado”, explicou o governador. “Esse reforço vai refletir na redução da violência, como o que já tem ocorrido, com a queda nos casos de latrocínio, homicídio e roubos de carro na última década”.

O delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Sílvio Rockembach, afirmou que esta é a maior contratação de policiais civis da história do Estado. “Assim como a transferência de todos os presos das delegacias do Paraná, esse é outro problema histórico que será resolvido nesta gestão”, disse. “Com essa contratação, vamos preencher todas as 38 comarcas do Estado que hoje não têm delegados, e colocar em funcionamento várias Delegacias da Mulher, que não tinham saído do papel por falta de efetivo. Também vamos estruturar a Região Metropolitana de Curitiba e reforçar todas as unidades de regiões com altos índices de criminalidade. Vai ser uma nova Polícia Civil”, ressaltou Rockembach.

Após a convocação, os candidatos participarão do curso de formação na Escola Superior da Polícia Civil. O planejamento é que ainda neste ano os novos policiais civis estejam atuando nas delegacias de polícia de todo o Estado, um significativo incremento no combate à criminalidade.

 

REFORÇO

Na lista de classificados divulgada pela Polícia Civil, constam 2.247 candidatos, sendo 376 para o cargo de delegado de polícia, 1.524 para o cargo de investigador de polícia e 347 para o de papiloscopista. Ao todo, 106.506 candidatos se inscreveram para o concurso da instituição.

A contratação dos novos profissionais para a Polícia Civil foi anunciada durante evento na Academia Policial Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais (RMC), em que o governador entregou novas viaturas para reforçar a frota das forças de segurança e também fez a convocação de mais 2,4 mil policiais e bombeiros militares aprovados em concurso.

Segundo o secretário estadual da Segurança Pública, Wagner Mesquita, com as novas contratações será possível um replanejamento das instituições policiais do Estado. “No caso da Polícia Civil, será possível abrir novas delegacias, inclusive as especializadas, como Delegacias da Mulher, e completar o quadro daquelas que estavam sem delegados”, explicou.

 

Foto: AEN

 

Mais 2 mil policiais militares e 400 bombeiros

Também ontem (27), o Massa Ratinho Junior anunciou a contratação de 2 mil policiais militares e 400 bombeiros militares aprovados no concurso público do ano passado. A expectativa da Secretaria é que os novos policiais e bombeiros militares tomem posse até agosto e estejam disponíveis para as atividades de formação. “Estamos convocando mais 2.400 policiais e bombeiros militares, que passam a integrar as duas instituições e vão passar por um processo de formação da Academia do Guatupê. Ainda nesta semana vou convocar também mais mil pessoas que passaram no concurso público. No total, serão 3,4 mil novos militares que vão entrar na nossa corporação”, disse Ratinho Junior, completando que “segurança pública é feita de duas formas: com a presença física do policial, e também com tecnologia e inteligência”.

 

Patrulha Rural Comunitária

O governador assinou, ainda, o decreto governamental de criação do Curso de Capacitação em Patrulha Rural Comunitária (CCPRC), que faz parte da reformulação da Patrulha Rural Comunitária. A iniciativa está de acordo com os objetivos estabelecidos pelo Projeto PMPR-90, que busca ampliar as ações da corporação para garantir mais segurança nas áreas fora de zonas urbanas.

A capacitação faz parte do Projeto Patrulha Rural Comunitária 4.0, que contempla a implementação de tecnologia aplicada ao desempenho da segurança pública e tem o objetivo de melhorar, aperfeiçoar e dinamizar os serviços prestados na resolução de problemas na área rural. O curso é resultado de uma interação entre Polícia Militar do Paraná e a Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Sistema SENAR/FAEP).

Entre as disciplinas estão abordagem policial, defesa pessoal, direção defensiva com viaturas de tração 4×4, interação comunitária e cadastro rural, policiamento ostensivo em ambiente rural, doutrina de patrulha rural, legislação ambiental aplicada, sobrevivência policial, entre outras.

 

 

Sesp investe R$ 55,3 milhões em equipamentos

 

No mesmo evento, governador Ratinho Junior entregou 250 veículos, 88 motos e seis embarcações para a Sesp (Secretaria da Segurança Pública). A frota será distribuída para as polícias Civil, Militar e Científica, Corpo de Bombeiros e Deppen (Departamento de Polícia Penal). Além das viaturas, Ratinho Junior confirmou o repasse de 116 novas maletas de peritos criminais que serão usadas pela Polícia Científica do Paraná. O investimento total é de R$ 55,3 milhões.

“São mais de R$ 50 milhões aplicados exclusivamente na modernização das forças de segurança do Paraná. É um processo que começamos em 2019 de fortalecimento da segurança pública, que une tecnologia, inteligência, estrutura, equipamentos e pessoal”, afirmou Ratinho Junior. “O crescimento da estrutura significa mais proteção para as famílias do Paraná. E isso se reflete em diminuição da violência, com a redução dos indicadores”.

Os recursos para o reforço na estrutura são oriundos de diferentes fontes, Contam com emendas parlamentares, convênios federais e com o IAT (Instituto Água e Terra), do Funrestran (Fundo de Reequipamento do Trânsito), do financiamento feito pelo Governo do Estado junto ao BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), além de recursos próprios da Sesp.

 

 

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE