Light

O Kartódromo Arena de Itu receberá a nona e a décima etapa da Copa São Paulo Light de Kart, evento que será disputado nos dias 9 a 13 de novembro e marca o encerramento do campeonato. O calendário inicial previa o uso do Kartódromo Internacional Ayrton Senna para essa etapa, condição que teve que ser alterada em função das obras de readequação do Autódromo de Interlagos para o GP de São Paulo de F-1. A mudança, porém, foi aprovada pela maioria dos participantes do campeonato, adianta Cláudio Wilson Vieira, presidente do Interlagos Motor Clube (IMC).

 

Paulista

Emoção para todos os gostos é o que promete o fim de semana de velocidade no Autódromo Velocittá, pista situada no município de Nova Louzã e distante cerca de 180 km da Capital. A agenda organizada pelo Rally Motor Clube (RMC) inclui provas para monopostos como as fórmulas 1600 e Delta e carros de turismo divididos nas séries Mercedes Benz Challenge, Old Stock Race, Opala 250, Open Paulista, Marcas, Street e Copa Joy 100, primeira prova de endurance com os carros dessa categoria escola. Segundo Cleacyr Scaglione, presidente do RMC, a expectativa é que mais de 120 pilotos alinhem nas 15 largadas previstas para o fim de semana:

 

Copa 70 Anos

Os organizadores da Copa 70 Anos, que será disputada na preliminar da Cascavel de Ouro fecham neste fim de semana a primeira lista de inscritos da prova. Ontem o paraguaio Alan Aquino confirmou participação.

 

Ibiapina

O kartódromo Beto Carrero está sediando a 45ª edição do Campeonato Catarinense de Kart. As disputas vão até sábado. O curitibano, radicado em Florianópolis, Alfredinho Ibiapina (Orcali) disputa a categoria Júnior Menor e adianta que o Catarinense servirá também como treinamento para a competição nacional, programada para dezembro. “Acho que a pista do Beto Carrero deve ser uma das mais queridas pelos pilotos brasileiros. Então as corridas são sempre bem competitivas. Isso é muito bom porque faz com que cada um dê o melhor de si, e geralmente, o campeão é definido só na linha de chegada, e as vezes precisam do “VAR” para tirar a dúvida”, comentou sorrindo, Alfredinho Ibiapina.