O jovem de 21 anos assassinado a tiros na madrugada de sábado (24), no Jardim União, em Cascavel, pode ter sido executado. Pelo menos essa é uma das características da ocorrência após primeiras informações levantadas pela Polícia Civil. A titular da Delegacia de Homicídios de Cascavel, Raissa Scariot, deu detalhes sobre o caso na manhã desta segunda-feira (27).

Segundo ela, a vítima, Maicon Ferreira dos Santos, de 21 anos, tinha quatro perfurações, sendo no tórax e na cabeça. Não se sabe ainda se as marcas são de entrada ou saída, mas é certo que indicam sinais de execução, pois a vítima foi perseguida e executada no local onde tentou se esconder, nos fundos de uma residência.

O caso foi o 21º homicídio registrado em Cascavel em 2019, sendo que o última havia ocorrido há quase um mês, no dia 28 de julho, quando Matheus Henrique Mattoso Amaro, de 18 anos, foi alvejado por arma de fogo dentro de uma residência no Conjunto Riviera.