A Secretaria Municipal da Saúde abriu o agendamento para aplicação da terceira dose (ou dose de reforço) em trabalhadores da saúde, idosos e imunossuprimidos. A vacinação acontecerá nessa sexta-feira (05), das 14h às 18h e na segunda (08), das 8h às 18h nas unidades básicas de saúde. Serão disponibilizadas 1.800 doses para hoje e 4.900 na segunda-feira.

Para agendar, basta acessar o site: https://vacinacao.pmfi.pr.gov.br/, escolher o dia, o horário e a unidade mais próxima. Poderão receber a dose de reforço idosos e trabalhadores da saúde que tenham completado o esquema vacinal há pelo menos seis meses e imunossuprimidos que tenham tomado a segunda dose ou a dose única há 28 dias.

No dia da vacinação, é necessário portar os documentos pessoais e o comprovante de vacinação. Os trabalhadores da saúde também devem apresentar algum documento que comprove o vínculo com o serviço (carteira de trabalho, holerite ou declaração da instituição).

A aplicação da terceira dose começou em setembro para idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos; em outubro começaram a ser vacinados os profissionais da saúde. Também receberam a dose de reforço idosos que vivem em instituições de longa permanência, os trabalhadores destes locais e idosos acamados.

“Fazemos um apelo especialmente aos idosos, que são considerados os mais suscetíveis para a doença. É importante que todos agendem e compareçam à unidade de saúde para que seja possível manter a resposta imunológica à Covid-19”, disse a secretária de saúde, Rosa Maria Jerônymo.

Trabalhadores da Saúde e imunossuprimidos

Consideram-se trabalhadores da saúde os indivíduos que trabalham em estabelecimentos de assistência, vigilância à saúde, regulação e gestão à saúde, a exemplo de hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, farmácias, drogarias e outros locais.

Dentre eles, estão os profissionais de saúde, agentes comunitários de saúde, agentes de combate às endemias, profissionais da vigilância em saúde e os trabalhadores de apoio, como por exemplo recepcionistas, seguranças, trabalhadores da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias, gestores e outros, além de trabalhadores de serviços de interesse à saúde. A relação completa está disponível no site da vacinação.

São considerados imunossuprimidos os transplantados, pacientes em hemodiálise, quimioterapia, Aids, entre outras pessoas em alto grau de imunossupressão.

(Assessoria)