Entenda a importância dos exercícios pulmonares

"Os exercícios respiratórios podem ser um hábito de todos durante o ano todo, pois tornam a dinâmica respiratória mais eficaz", destaca a médica

A pandemia causada pelo novo coronavírus está fazendo com que a mudança de hábito torne-se cada vez mais efetiva quando se fala em bem estar. A Secretaria de Saúde de Cascavel vem reforçando a importância de alguns exercícios, durante o isolamento social, entre eles: o exercício pulmonar.

Quando usar máscara de pano

Idosos, pessoas acamadas, adultos de todas as faixas etárias podem realizar essas atividades, desde que orientados por profissionais habilitados, como por exemplo, os fisioterapeutas.

Em entrevista, a médica pneumologista do Centro de Atenção Especializada da Secretaria de Saúde (CAE), Daniela Pimentel Tedesco, enfatizou a importância do fortalecimento dos pulmões não somente agora, por causa da pandemia, mas sim o ano todo.

Veja a entrevista:

1) Doutora, o que acontece em nosso organismo quando realizamos o exercício pulmonar respiratório?

Quando realizamos exercício pulmonar respiratório, estamos “treinando” alguns músculos que auxiliam na mecânica ventilatória, o que torna o processo de “inspirar e expirar” mais eficaz e torna esses músculos mais fortalecidos para um eventual aumento de sua capacidade, como durante um processo infeccioso respiratório.

 2) Existem diferenças nos exercícios praticados nas mais variadas faixas etárias? Há algumas restrições? A frequência com que esses exercícios devem ser praticados?

Esses exercícios respiratórios podem ser realizados em todas as faixas etárias, sem restrições em pessoas saudáveis. A frequência de realização deve ser de pelo menos 1 vez ao dia.

Mas se não conseguir realizar todos os exercícios todos os dias, deve-se realizar ao menos 2 a 3 vezes por semana e aumentar a frequência gradativamente.

 3) A frequência com que cada exércício é feito também precisa ser avaliada? Porquê?

Sim. A frequência deve ser reavaliada pelo médico e pelo fisioterapeuta, pois estes irão aumentar a dificuldade dos exercícios para garantir a evolução do fortalecimento da musculatura respiratória.

 4) É notório perceber que, por causa da pandemia causada pelo novo coronavírus, as pessoas estão buscando o máximo de informações para se “autoproteger”. No entanto, os exercícios respiratórios pode ser um hábito de todos durante o ano todo? Porquê?

Sim. Os exercícios respiratórios podem ser um hábito de todos durante o ano todo, pois tornam a dinâmica respiratória mais eficaz. Considera-se que pessoas saudáveis não necessitem realizar tais exercícios voltados para o fortalecimento da musculatura respiratória, bastando manter-se ativos. Entretanto há estudos que mostram melhora da função respiratória com a prática de tais exercícios por pessoas saudáveis.

 5) Familiares que tenham doentes crônicos podem ajudar nos exercícios respiratórios? Quais os cuidados?

Sim. Familiares com doentes crônicos podem auxiliá-los na execução dos exercícios, respeitando as limitações decorrentes de sua condição clínica, o que deve ser  orientado por um profissional fisioterapeuta.

 6) A sua mensagem para as pessoas nesse tempo de pandemia.

A mensagem que precisa ficar é sobre a importância de manter a movimentação, mesmo durante a quarentena, mesmo dentro de casa, seja uma dança, seja um exercício de respiração, o qual pode ser feito até mesmo na cama ou no sofá.

É importante se alimentar bem, ingerir bastante líquido, lavar bem as mãos com frequência ou higienizá-las com álcool gel. Não sair de casa, mas se precisar sair, que seja usando máscara e evitar aglomerações.

 Dra. Daniela Pimentel Tedesco – Médica-pneumologista do Centro de Atenção Especializada (CAE) da Secretaria de Saúde de Cascavel.

 

 

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

oito − oito =