Duas meninas, de 11 anos, foram enterradas após morrerem afogadas no Rio Melissa, em Cascavel, no oeste do Paraná, segundo o Corpo de Bombeiros.

O acidente aconteceu no sábado (30). A primeira criança foi encontrada no mesmo dia, a cerca de 100 metros do local onde as crianças estavam. Ela foi enterrada no domingo (31).

Já a segunda menina, foi localizada pela família a 7 quilômetros de distância, na madrugada de domingo, e enterrada nessa segunda-feira (1º), conforme a família.

De acordo com o tio de uma das vítimas, Ademir Barreto, as crianças pediram para brincar na rua para tomar banho de chuva.

“Eles não estavam no rio. Aconteceu deles descerem lá no rio e aconteceu de chover.”

Segundo o aspirante do Corpo de Bombeiros Pedro Pierdoná, o córrego onde as crianças estavam tem pouca profundidade e, por isso, apresenta pouco risco de afogamento.

Entretanto, com as chuvas, há possibilidade de ocorrer uma cabeça d’água, aumentando o volume do rio.

“Pela ocasião desse fenômeno natural [cabeça d’água] é que elevou de forma absurda o risco para essas meninas. É preciso que pais e familiares ou as próprias pessoas estejam atentas às chuvas, que não estejam próximas a leitos de rios, porque o aumento desses córregos e afins são muito expressivos, incompatíveis com a segurança do local.”

 

Crianças brincavam perto de córrego do Rio Melissa, em Cascavel — Foto: Hugo Mendes/RPC

Crianças brincavam perto de córrego do Rio Melissa, em Cascavel — Foto: Hugo Mendes/RPC

(G1 Paraná)