Em parceria, os cursos de Enfermagem da Universidade Paranaense – Unipar, Unidades de Cascavel, Umuarama, Francisco Beltrão e Guaíra realizaram a Aula Magna de 2021. Palestra teve como tema “Efeitos blast nas vítimas de explosão”, ministrado pelo suboficial enfermeiro da Marinha do Brasil Jalbert Azeredo.

O profissional apresentou conceito da onda de choque e do efeito blast, sob a visão do doutor Ambroise Paré, dividindo em fases: blast primário (onda de choque), secundário (projéteis / fragmentos), terciário (deslocamento do corpo), quaternário (queimaduras). Ainda discorreu sobre os meios de propagação e órgãos acometidos.

Logo de início, para exemplificar sua fala, usou cena do filme “Swordfish – Senha” (2001, EUA), mostrando a onda de choque, caracterizada pelo efeito de varrer tudo o que estiver na frente após o explosivo.

Segundo avaliou, o local da explosão dá informações valiosas para o socorrista. “Avaliar a cena é uma das fases principais do atendimento, considerando os mecanismos de lesão, que podem ser gravíssimas – mutilação, incapacidade definitiva e até morte”, afirmou.

O suboficial definiu o que é explosão e quais são as causas principais. Ainda, indagou: “Todas as pessoas na área de explosão serão atingidas?”

Outro momento de sua reflexão teve como foco as prioridades no atendimento pré-hospitalar dessas vítimas. Reforçou: “Fiquem atentos às principais causas de morte. Não se esqueçam de prevenir nos primeiros socorros os 3H: hipovolemia, hipóxia e hipotermia”.

Confira a palestra na íntegra no canal da Unipar no Youtube.