A inovação sempre foi uma das marcas fortes do Show Rural Coopavel. Mas a partir da 34ª edição do evento, de 7 a 11 de fevereiro de 2022, a cooperativa contará com um ambiente permanente para pensar, praticar e oferecer serviços inovadores a empresas e ao agronegócio. “Entramos definitivamente em uma nova era, estruturando um hub de inovação integralmente envolvido com a tecnologia, suas possibilidades e tendências”, destaca o presidente Dilvo Grolli.

O projeto de inovação no Show Rural acontece em três frentes. Ele deriva de um programa criado em 2019 pela Coopavel, quando ocorreu a formação de um grupo de estudos para atender demandas internas de projetos de inovação. “O objetivo é agregar valor ao cotidiano da cooperativa, desenvolvendo novos produtos, aumentando o faturamento, aperfeiçoando processos, aproveitando oportunidades de negócios e reduzindo custos”, diz o coordenador de Projetos de Inovação Kleberson Hayashi Angelossi.

O Programa de Inovação da Coopavel levou à formação de um Comitê de Inovação e então à constituição do Impulso, um escritório especialmente dedicado a recepcionar as demandas e a desenvolver estratégias para atendê-las. Então surgiu outra oportunidade para a cooperativa, de acordo com Kleberson: a parceria com o PTI (Parque Tecnológico Itaipu) e Huawei, gigante chinesa da área de tecnologia, para levar a telefonia 5G ao Show Rural.

Nessa composição, o PTI entra com mentoria, captação de startups, aceleração, incubação e busca de empresas inovadoras focadas no agronegócio. A Huawei participa com a disponibilização de toda a infraestrutura e conhecimentos técnicos para dotar o parque, que desde 1989 abriga um dos três maiores eventos do mundo em inovações para o campo, da rede 5G. E, por sua vez, a Coopavel participa com o espaço, com a marca Show Rural e com o corpo técnico especializado em assuntos ligados à pecuária e à agricultura.

Ecossistema – Com o hub e os outros projetos em andamento, a Coopavel e seus parceiros fortalecem o ecossistema regional, ampliando ainda mais a participação e o alcance do Oeste do Paraná em um setor em forte expansão no planeta, observa o coordenador de Tecnologia da cooperativa, Rogério Aver. No espaço de inovação, que ocupará o antigo auditório da sede administrativa do parque, estarão também a Claro, que facilita deliberações quanto à utilização da tecnologia 5G, e Exohub, parceira do PTI e especialista em ecossistemas de tecnologia.

O ambiente de inovação aberta leva o nome de Espaço Impulso. “A Coopavel sempre foi conhecida por integrar-se à inovação nas suas indústrias e por disseminar conhecimentos, por meio do Show Rural. Porém, agora teremos uma estrutura para, além de atender às demandas internas de inovação da cooperativa, oferecer serviços às empresas, ao agronegócio e à comunidade”, destaca Dilvo Grolli.

No portfólio em elaboração pelos parceiros estarão serviços de diagnóstico de gestão de inovação para empresas, projetos de inovação, captação de startups para demandas específicas de empresas, incubação e aceleração.

(Assessoria)